Lapenses deitam mãos à obra e tornam miradouro da aldeia uma realidade

– Deus quer, o homem sonha, a obra nasce
Foi com esta filosofia e o seu grande amor à terra e à natureza, que António Inácio Marques,Mariza Freitas, Carlos Freitas, Manuel Freitas, José Fernandes, Joaquim Brito e Zé da Ester, meteram mãos à obra e sem quaisquer ajudas, suportando todas as despesas, conseguiram tonar o sonho uma realidade, que agora todos os Lapenses podem desfrutar.

“Este projecto do Miradouro da Lapa do Lobo só foi possível graças a um grupo de amigos (Lapenses) amantes da natureza e da nossa aldeia.Muitos foram aqueles que prometeram ir ajudar mas quando chega o dia não aparecem”, explicou ao nosso jornal António Inácio Marques. “Como o miradouro se encontra num terreno da junta é de lamentar que algumas pessoas sem escrúpulos aproveitem para vazar lixo o que entristece a paisagem”, lamenta-se.  “O local já está protegido e quem quiser pode aproveitar este espaço para lazer ou descanso. A paisagem é magnifica e do seu ponto mais alto podemos observar a fauna e a flora entre as Águias Reais, os peneireiros e outras espécies de animais”, adianta-nos.

Fotos : António Inácio Marques