Autarcas da região Centro defenderam hoje em Mortágua a requalificação da linha da Beira Alta

A Direção da CIM Região de Coimbra, os Presidentes e Vereadores em representação de todos os Municípios que compõe esta Comunidade Intermunicipal, o Presidente e o Vice-presidente da CIM Beiras e Serra da Estrela, os Presidentes dos Municípios de Carregal do Sal, Guarda, Nelas e Santa Comba Dão, bem como representantes das Associações Empresariais da Bairrada e Aguieira, Cantanhede, Figueira da Foz e Lousã, acompanhados pela Comunicação Social, participaram esta manhã na ação pública de divulgação da posição da CIM RC sobre a requalificação da ferrovia na região Centro, em particular da Linha da Beira Alta.
Na Estação Ferroviária de Mortágua, local escolhido para a conferência de Imprensa, o presidente da Câmara Municipal de Mortágua, Júlio Norte, anfitrião da iniciativa, deu as boas vindas a autarcas, empresários e jornalistas, antes de considerar urgente a requalificação da Linha da Beira Alta que neste momento “não responde às necessidades e desafios da região e do país, quer em termos de transporte de mercadorias quer de passageiros”.
“Precisamos de uma Linha da Beira Alta que sirva a economia da região e o desenvolvimento do interior do país, que seja um fator de promoção de maior competitividade da região, de crescimento das empresas instaladas e atração de novos projetos, e por essa via, de criação de emprego e fixação de pessoas”, sublinhou.
Por seu turno, o presidente da CIM Região de Coimbra, João Ataíde, afirmou “o aumento da competitividade da nossa região, tendo, também, enormes correlações com o tecido sócio económico local, regional e nacional”. depende da modernização da Linha da beira Alta, lembrando que a solução encontrada (e que está contemplada no Plano Nacional de Transportes PETI3+) prevê intervir em mais de metade da linha da Beira Alta, entre a Pampilhosa e Vilar Formoso.
“O projeto prevê a construção de variantes e de troços duplos que aumentam a sua capacidade e velocidade a acima de tudo contribuem para a capacidade exportadora da região”, disse.
Segundo João Ataíde, a modernização da Linha da Beira Alta representa “uma abordagem mais económica e eficaz, aproveitando a infraestrutura existente permitindo desta forma um maior, e mais eficiente, escoamento de mercadorias para a Europa, onde estamos e onde queremos estar cada vez mais competitivos e, ao mesmo tempo, deixando um legado promissor, no domínio das infraestruturas, para as novas gerações”.
CIM Região de Coimbra

3 comentários a "Autarcas da região Centro defenderam hoje em Mortágua a requalificação da linha da Beira Alta"

  1. Bom dia Senhor Jornalista.

    Sem colocar em causa a sua noticia, que respeito muito, refere que os senhores presidentes de Câmara "participaram esta manhã na ação pública de divulgação da posição da CIM RC sobre a requalificação da ferrovia na região Centro, em particular da Linha da Beira Alta", referindo-se também ao presidente da Câmara Municipal de Nelas.
    Sendo que, o mesmo não aparece na foto de família, sabendo do gosto que ele tem pela publicidade é muito estranho que dela não conste ou o assunto para ele não será relevante para o concelho de Nelas

    Manuel Marques
    O Vereador do CDS/PP

    • João Gouveia Rego | 16 Fevereiro, 2016 às 22:14 |

      Tudo serve ao Manel Marques para aparecer.É publica a perseverança com que o Presidente tem defendido a renovação da linha da Beira Alta,estando desde a primeira hora na frente da batalha.
      Mas acho que sei porque não aparece o Presidente na foto…..foi ele o fotografo!
      E voilá…acabou o fait diver!

  2. Bom dia

    Como pode verificar no final, a notícia é uma transcrição do que foi avançado pela CIM Região de Coimbra – foi extraída da sua página no Facebook (aproveito para acrescentar).

Os comentários estão fechados.