GRN : Operação “Campo Seguro” contabilizou 59 crimes e 71 detidos

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensificou desde o dia 1 de novembro de 2015 até ao dia 31 de janeiro de 2016 o patrulhamento nas explorações agrícolas em todo o território nacional, com o objetivo de prevenir o furto de produtos agrícolas e de metais não preciosos.
Durante a operação foram registados:
·         59 crimes;
·         71 detidos;
·         483 indivíduos identificados;
·         297 contraordenações.
Dos ilícitos, a maior incidência registou-se no furto de azeitona, no furto de metais não preciosos e no furto de pinha mansa.
Foram apreendidos:
·         19 183 quilos de azeitona;
·         1 230 litros de aguardente contrafeita;
·         165 quilos de metais não preciosos;
·         100 quilos de pinha mansa.
Esta operação integrou anteriores operações direcionadas para a prevenção de furtos de produtos agrícolas, a exemplo da operação “azeitona segura”, mantendo no entanto todos os objetivos das anteriores operações, ou seja, o de prevenir e de reprimir a criminalidade nas explorações agrícolas, transmitindo assim aos agricultores um sentimento de segurança, proximidade e de confiança.
Este reforço de patrulhamento contempla o empenhamento de diversas valências da GNR, designadamente dos Comandos Territoriais, do Serviço da Proteção da Natureza e Ambiente (SEPNA), da Investigação Criminal e dos Núcleos de Programas Especiais.