DETIDOS em Seia por suspeita de crime de fomento de prostituição com imigrantes ilegais

O Departamento de Investigação Criminal da Guarda da Polícia Judiciária, adiantou em comunicado que “os detidos são suspeitos da prática reiterada, há já vários meses, em conjugação de esforços e com intuito lucrativo, da atividade de angariação e favorecimento da entrada e permanência ilegais em território português de várias cidadãs estrangeiras, maioritariamente com origem na América do Sul, fomentando em seguida, também no seu próprio interesse, o exercício da prostituição por parte das mesmas”
“Esta atividade era exercida essencialmente num estabelecimento de diversão noturna da localidade de Seia”, avança a PJ, que também deteve uma cidadã estrangeira por “permanência ilegal em território português”. Os detidos, com 41 e 43 anos de idade, vão ser presentes às competentes autoridades judiciárias, para efeitos de primeiro interrogatório judicial e submissão a adequadas medidas de coação.