Inaugurado o auditório do quartel dos Bombeiros de Canas de Senhorim

Foi inaugurado ontem, o Auditório do Quartel dos Bombeiros Voluntários de Canas de Senhorim, momento marcado com a Assinatura de um Protocolo de Utilização entre a Câmara Municipal de Nelas e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários que visa a livre utilização deste espaço para a realização de atividades municipais ou outras que lhe sejam solicitadas particularmente por juntas de freguesia e associações, permitindo um intercâmbio que beneficia a promoção e difusão de acções culturais.
Perante uma plateia lotada com um espaço de 80 lugares sentados, O Presidente da Direção dos Bombeiros congratulou-se com esta obra (em que se empenhou desde que solicitou ao anterior Governo Civil de Viseu as cadeiras do auditório que foi reformulado há cerca de 10 anos) e agradeceu o empenhamento da Direção e Órgãos Sociais anteriores, bem como o apoio financeiro, material e mão de obra concedidos pela Câmara Municipal.
No seu discurso, o Presidente da Câmara Municipal de Nelas felicitou a Direção e Órgãos Sociais dos Bombeiros Voluntários de Canas de Senhorim, atuais e anteriores, reconhecendo a dinâmica e prontidão que os mesmos apresentaram no trabalho desenvolvido e na concretização deste auditório, que constituirá uma infra-estrutura muito útil aos bombeiros (em termos de multiusos de formação e reunião) e também à comunidade, em particular a servida pelos bombeiros de Canas de Senhorim, que além da freguesia de Canas, inclui também a Lapa do Lobo, Carvalhal Redondo, Aguieira, Moreira e Santar. Referiu ainda o Presidente da Câmara que este auditório não dispensará o esforço da Câmara e da Junta de Freguesia no sentido de concretizar a edificação de um edifício Multiusos que sirva as associações e todas as atividades culturais e educativas em que a Comunidade canense é rica.
A noite prosseguiu com a peça “Sangue na Guelra”, pela Companhia de Teatro Amarelo Silvestre, companhia residente em Canas de Senhorim, que juntou em palco Graeme Pulleyn e Rafaela Santos, numa encenação de Rogério de Carvalho.
Para o próximo dia 20 de Fevereiro, está já agendado o teatro “O que é feito e Betty Cristina?”, produção da Companhia NACO, num monólogo interpretado por Cristina Ferrão, um espectáculo “para rir de barriga e coração”.

Depois da requalificação do Cineteatro de Nelas efectuada recentemente, fica agora mais este auditório disponível propiciando o enriquecimento das atividades educativas e culturais.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies