Operação Ano Novo da GNR arranca amanhã

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica, a partir de amanhã, 31 de dezembro de 2015, e até

3 de janeiro de 2016, o patrulhamento e a fiscalização rodoviária nos itinerários de e para os locais associados às festividades do Ano Novo, com o objetivo de prevenir a ocorrência de acidentes rodoviários.
Durante a operação serão empenhados militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais, reforçados pela Unidade de Intervenção e Unidade de Segurança e Honras de Estado, que estarão particularmente atentos às seguintes infrações:

·         Condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas;
·         Excesso de velocidade;
·         Falta de habilitação legal para o exercício da condução;
·         Não cumprimento das regras de trânsito;
·         Incorreta ou não utilização do cinto de segurança e sistemas de retenção para crianças;
·         Utilização indevida do telemóvel durante a condução.
A condução sob a influência de álcool, o excesso de velocidade e a não utilização do cinto de segurança constituem três das principais causas de vítimas nas estradas portuguesas, pelo que a GNR apela a todos condutores que pratiquem uma condução segura, prudente e livre de álcool.
Dados mais recentes indicam que as consequências da condução sob o efeito do álcool são de tal forma graves que, um em cada três condutores mortos em acidentes de viação conduzia com uma taxa ilegal de álcool no sangue.
Toda a informação relativa à circulação rodoviária será disponibilizada 24 horas por dia, através do oficial de serviço do Centro de Comando e Controlo Operacional – 213 217 243.