Carregal do Sal recebe livro em braille para invisuais com mais de 50 anos

A GNR de Viseu anunciou hoje que vai distribuir livros em braille, com conteúdos de segurança, aos invisuais do distrito com mais de 50 anos, numa iniciativa que prevê ainda o aconselhamento para a prevenção de burlas.
Segundo o responsável pelas relações públicas da GNR de Viseu, José Machado, esta ação conta com a colaboração da delegação de local da Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO), que foi “fundamental para identificar os invisuais do distrito”.
“O distrito de Viseu tem cerca de 130 invisuais, no entanto, só 11 sabem braille. É a estes, com mais de 50 anos e que não residam em instituições, que serão entregues livros”, esclareceu.
A iniciativa será realizada a partir das 09:00 das próximas segunda e terça-feira, 04 e 05 de janeiro, e servirá para assinalar o Dia Mundial do Braille (04 de janeiro — data de nascimento de Louis Braille, criador do sistema de leitura e de escrita braille).
Vão ser entregues livros nos concelhos de Viseu, S. Pedro do Sul, Santa Comba Dão, Lamego, Tondela, Carregal do Sal, Penalva do Castelo e Tarouca.
Na distribuição vão estar envolvidos militares dos destacamentos da GNR de Viseu, Lamego, Santa Comba Dão e Mangualde.
“Além da entrega do livro em braille, os militares irão passar conselhos no que diz respeito a possíveis burlas e contos do vigário”, disse José Machado.
Uma iniciativa semelhante, para dirigida a crianças invisuais, foi levada a efeito no ano passado pela GNR de Viseu, que prepara agora uma ação dirigida a invisuais que não sabem braille.