GNR fiscalizou 4 142 condutores no âmbito da operação Anjo da Guarda

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensificou ontem, dia 18 de novembro, em todo o território nacional, a fiscalização do uso do cinto de segurança e sistemas de retenção para crianças (SRC), bem como o uso indevido do telemóvel.
As ações de fiscalização, levadas a cabo por militares dos Comandos Territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito, direcionadas para as vias situadas no interior das localidades, estradas nacionais, regionais e municipais onde as infrações relativas a estas matérias são mais frequentes, resultaram nos seguintes dados operacionais:
·         4 142 condutores fiscalizados, destacando-se:
o   195 infrações por incorreta ou não utilização do cinto de segurança;
o   137 infrações por uso indevido de telemóvel no exercício da condução;
o   16 infrações por incorreta ou não utilização de SRC.
Perante estes números, a GNR irá realizar no presente ano, diversas operações de cariz preventivo, com o objetivo de alertar os condutores para os riscos associados a estas infrações, principalmente da incorreta ou não utilização do cinto de segurança e SRC, que estão associadas às principais causas de agravamento das lesões provocadas em caso de acidente. 

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies