Lusovini inova com aplicação que ajuda a tirar o melhor partido do vinho

Chama-se “ViniDikas, by Lusovini”, pode ser instalada no telemóvel ou no tablet, e dá cerca de 200 conselhos simples, úteis e práticos para valorizar o vinho das garrafas que se pedem no restaurante, no bar ou que se compram para beber em casa. Dirigida aos mercados da Lusofonia, onde há consumidores cada mais exigentes e curiosos, a ViniDikas interessa tanto a quem se inicia como a consumidores sofisticados.
A distribuidora e produtora de vinhos portugueses Lusovini, sedeada em Nelas, lança este mês de novembro uma aplicação para “smartphones” e “tablets” com quase duas centenas de dicas e de conselhos simples para quem gosta de vinho e quer tirar o melhor partido das garrafas que compra para casa ou que pede no restaurante. A aplicação chama-se “ViniDikas”, estará disponível gratuitamente nas lojas da Apple (AppStore), Android (Googleplay) e Windows (Microsoft Store) e será muito dinâmica, com atualizações constantes.
O consumidor alvo desta aplicação são as pessoas que gostam de vinhos e que, de vez em quando, precisam de pequenas ajudas para os escolher, ou para avaliar em que ocasião os devem beber, ou para saber como os devem preparar antes de os servir. No total, é muita informação: mas cada dica é em si própria, não só muito curta – mas clara, direta, esclarecedora.
Os mercados a que se dirige a ViniDikas são os da Lusofonia, principalmente aqueles onde o grupo Lusovini tem as suas empresas próprias: Portugal, Angola, Brasil e Moçambique. 
“São mercados onde os consumidores se tornaram rapidamente muito exigentes e onde têm acesso a tanta informação sobre vinhos que, muitas vezes, lhes será útil existir um acesso rápido a pequenas sínteses que respondam, num determinado momento, a uma dúvida”, explica Casimiro Gomes, presidente da Lusovini e o principal mentor deste instrumento ao serviço dos enófilos. “A nossa ideia foi ter uma aplicação que seja útil, tanto para consumidores que por exemplo não têm presente que o  álcool vem do açúcar natural das uvas (através da fermentação alcoólica), como para entendidos que precisam de refletir sobre a temperatura a que querem servir um vinho especial, o tipo de copo que vão utilizar ou a antecedência com que devem abrir a garrafa”.
São quase de duas centenas de dicas apresentadas de forma simples e intuitiva, de fácil compreensão, abordando temas muito diferentes: 
. A vinha (o ciclo da videira, a vindima, as castas internacionais e as portuguesas)
. Da uva ao vinho (a vinificação e suas variantes)
. O vinho (os vários tipos e estilos existentes)
. As regiões do vinho (de mundo e, com algum pormenor, de Portugal)
. A prova (a apreciação de um vinho e a linguagem adequada para o descrever)
. A conservação (a garrafeira em casa)
. O serviço (abertura da garrafa, copos, decantação, temperaturas)
. O vinho à mesa (as harmonias entre o vinho e a comida)

Depois desta primeira versão da aplicação, a Lusovini promete mantê-la sempre atualizada e com capacidade de interagir com os seus utilizadores. “Nós já estamos a dar o nosso contributo com o lançamento da ViniDikas”, afirma Casimiro Gomes. “A partir de agora, terão de ser todos os amantes de vinho que a vão utilizar a ajudar a torná-la cada vez mais interessante e mais útil”.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies