Indivíduo de 43 anos detido em frente ao posto da GNR de Nelas por maus tratos a animal é hoje presente a Tribunal

Militares do Posto da Guarda Nacional Republicana de Nelas detiveram no passado Sábado,em flagrante delito, um cidadão de 43 anos, residente no concelho pelo crime de maus tratos a animal.
Os factos ocorreram em frente ao Posto da GNR de Nelas, tendo sido presenciados pelo militar que se encontrava de serviço, após ter sido alertado por alguns cidadãos.
O detentor do cão parou em plena praça do Município e por diversas vezes, enquanto gritava para o animal, com uma mão apertava-lhe o focinho e com a outra desferia-lhe murros na cabeça, perante este facto, foi o indivíduo de imediato detido.
O detido foi notificado para comparecer no Tribunal de Nelas, no dia 2 de Novembro de 2015, tendo-lhe sido retirado o animal, que foi entregue a uma Associação Zoófila de Nelas.
No distrito, já foram elaborados mais de 26 autos de notícia por crime de maus tratos e abandono de animais de companhia.
O crime de maus tratos a animais de companhia encontra-se previsto no artigo 387.º do Código Penal e prevê pena de prisão até um ano ou pena de multa até 120 dias, para os agressores.

20 comentários em “Indivíduo de 43 anos detido em frente ao posto da GNR de Nelas por maus tratos a animal é hoje presente a Tribunal”

    1. Bravo GNR de Nelas. Precisamos agora de juízes, que condenem estes criminosos a PRISÃO. Nada de multas.
      Se este tarado se atreveu a maltratar o animal em frente ao posto da GNR, imagine-se o que lhe devia fazer noutro lugar.

  1. É desta brutalidade, deste total desapego aos animais que deve ser castigado. Ninguém os obriga a tê-los. Se os têm têm a obrigação de os proteger. Que culpa tem o animal se não percebeu nada? O que ele sabe
    é que é maltratado e ninguém faz nada. Já viram mais que uma vez mas para não "chatear" o humano, passam e fingem que não vêem. FELIZMENTE alguém viu e actuou…Obrigada GNR…

    1. Felizmente já lá há uma associação d defesa de animais autêntica.É a SOS animais de Nelas. quem puder deve ajudá-la.

  2. Fico muito feliz por saber que a lei está a ser cumprida. Finalmente Portugal começa a defender os direitos dos animais que são vitimas inocentes dos maus tratos de seres humanos perversos e covardes!

  3. Graças a Deus que se está a actuar,é preciso justiça com esses animais de duas patas porque os de quatro são vitimas de tantos desumanos! Obrigada GNR !

  4. Eu adotei há duas semanas um cão que viveu acorrentado e foi agredido durante sete anos. Não é fácil terem confiança em nós. É muito amado e mimado por nós, no entanto ainda tem um olhar ausente. Dorme no meu quart e vejo que tem pesadelos, é verdade, pesadelos. É o menino dos nossos olhos mas, se esses anormais soubessem o mal que lhes causam… enfim

  5. Ainda bem que existe lei de proteção aos animais, só é pena que muitas das vezes não seja aplicada pois , ainda existe muita gente que ache que os animais não têm direitos e que podem espancar, maltratar e abandonar. Devia haver muitas mais associações de animais e penas bastante pesadas a quem maltrata, prisão mesmo !

Os comentários estão encerrados.