REAÇÃO de MANUEL MARQUES à nossa notícia de ontem

Comunicação recebida por e mail na nossa redação,  integralmente aqui reproduzida :
“Sem querer usar para já o Direito de Resposta, que a Lei me concede, diz a minha consciência e frontalidade, em tempos por si reconhecidas, que não poderia ficar calado quanto à sua noticia publicada no seu “Jornal on line”.
Da noticia resultam algumas passagens da reunião do executivo datada de 14.10.2015, sendo que, Vossa Excelência omitiu outras e essas favoráveis ao presidente da Câmara Municipal de Nelas.
Quanto mim refere: 
” O vereador do CDS/PP veio a terreiro defender também a causa dos herdeiros de Rui Neves, mas com um clima de tenso terrorismo politico” 
” não resolveu o assunto quer do Dr. Correia, quer do Dr. Rui Neves”
Num registo totalmente descontrolado”
” queira tornar o jornalista protagonista da cena politica local
Quanto ao afirmado naquela reunião pelo presidente de Câmara.
“Ó senhora vereadora pensa que está na praça”, claramente chamando implicitamente de peixeira à Senhora Vereadora.
“andas-te aqui na Câmara a fazer manigâncias para venderes as tuas bombas”
Entre outas frases qua constarão certamente no texto da ata.
Esqueceu-se o senhor jornalista de ter escrito na noticia que eu confrontei o atual presidente da Camara com um despacho, datado de 03.11.2005, da então presidente da Câmara em que determinava que o vereador Borges da Silva solicitasse um parecer à CCDRC, para verificar da viabilidade do pagamento do subsidio ao Vereador Rui Neves, ordem que Borges da Silva não acatou ou pelo menos depois de vários pedidos meus não demonstrou que o tivesse feito. 
Também se esqueceu de noticiar o senhor jornalista da afronta efetuada pelo presidente de Câmara ao seu vice-presidente.
Também se esqueceu de noticiar a intervenção do Vereador Adelino Amaral, quanto às ratificações.
Em suma: só noticiou aquilo que Borges da Silva gosta.
Esta noticia é claramente ofensiva à minha honra, e não relata a verdade do acontecido na reunião e em outras a que Vossa Excelência tem assistido.
Sem qualquer sentido de ameaça, entenda que para me defender ser-me-á permitido usar todos os meios legalmente previsto.
E por último fica autorizado a dar cópia deste email ao atual presidente da Câmara Municipal de Nelas
O Vereador do CDS/PP”
NOTA DE REDAÇÃO : 
Refutamos, mais uma vez, todas as acusações que o Sr. Vereador nos faz. 
Se considera ofensivo o que os olhos do jornalista veem e o que os ouvidos ouvem, lamentamos, reiterando que não somos protagonistas de nada – relatamos o que vemos e ouvimos, chamando a atenção que no meio de tanta gritaria e berros, fica muito difícil o nosso papel de entender tudo o que é dito. Não vimos, por exemplo, qualquer afronta do Presidente da Câmara ao Vice Presidente (só verificámos que lhe solicitou uma informação sobre o processo do impacto ambiental da Borgstena).
E talvez devido ao nervosismo do Sr. Vereador, nesta nota que nos enviou, não reproduziu fielmente o que está na notícia, no que se refere principalmente à seguinte passagem : 
“O vereador do CDS/PP veio a terreiro defender também a causa dos herdeiros de Rui Neves, mas com um clima de tenso terrorismo político”, quando o que está escrito é (o que muda o sentido)
“O vereador do CDS/PP veio a terreiro defender também a causa dos herdeiros de Rui Neves,mas com o clima tenso e de terrorismo político, que continua a prevalecer entre si e Borges da Silva, rapidamente a discussão descambou”
Já agora fica aqui uma nota para os nossos leitores. Nas reuniões em que estivermos presentes, daqui para a frente, será feita gravação em vídeo, de alguns trechos, para aqui reproduzirmos.

E fica aqui também registado,mais uma vez, e no meio do chorrilho de inverdades que o Sr. Vereador disse sobre mim, que acabou por confessar provavelmente uma verdade : “embora este jornal seja o único que me dê voz”.
JOSÉ MIGUEL SILVA

ERC – título de jornalista TE 1001

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies