Apresentação do documentário sobre os cinco anos e o musical promovido pela ContraCanto foram os pontos altos do 5º aniversário do edifício sede da FLL

NOTÍCIA atualizada    

   Num fim de semana memorável para a Fundação Lapa do Lobo (FLL), dirigida superiormente por Carlos Cunha Torres e família, fizemos uma ampla cobertura dos eventos comemorativos do 5º aniversário do seu edifício sede. 

   Dois dos momentos altos estão aqui retratados : o mini musical encenado por António Leal e executado pela Associação ContraCanto, numa homenagem à Fundação e o visionamento do filme produzido pela Go-To, que faz uma viagem pelos principais momentos dos 5 anos da sua efervescente atividade, com diversas entrevistas curtas, numa excelente produção. De salientar também os momentos musicais proporcionados pela Banda Filarmónica de Cabanas de Viriato, nomeadamente a execução do hino da FLL.
     Carlos Cunha Torres, no seu emocionado discurso (foi aliás um fim de semana pleno de grandes emoções). fez questão de homenagear mais uma vez toda a equipa da Fundação, sem a qual “não seria possível o êxito que temos alcançado, que tem superado as nossas expectativas”. Enfatizando que “temos neste momento criados 14 empregos”, agradeceu também aos autarcas de Nelas e Carregal do Sal, “toda a colaboração prestada”, extensiva aos ex presidentes de Câmara dos dois concelhos. Ao nosso jornal, o líder da FLL revelou ter ficado particularmente emocionado com o espetáculo que a ContraCanto produziu em homenagem à Fundação. 
    Carlos Inácio, presidente da Junta de Freguesia da Lapa, num discurso também ele muito emocionado, realçou que “mais do que as palavras, os atos falam por si”. “A vontade de partilha do Dr. Cunha Torres e família tem sido notável”, constatou, para apelar a uma “maior participação de todos nas atividades e eventos da Fundação”. 
     O presidente da Câmara de Carregal do Sal, Rogério Abrantes, mostrou o seu “grande apreço” à FLL por acredita no seu concelho. “As nobres funções que desempenha, envolvendo sabiamente a comunidade, numa grande ação altruísta, também para os mais carenciados, merece o nosso mais vivo elogio”, frisou. “O papel da Fundação acaba por ser também importante para a fixação dos jovens, num interior ainda esquecido pelo poder central”. “Carregal do Sal tem uma gratidão sem precedentes para com a Fundação Lapa do Lobo”, concluiu.
     Borges da Silva, edil de Nelas, afirmou mesmo que “existia um concelho de Nelas antes da FLL e agora existe outro, depois da sua intervenção, devido à excelência dos seus eventos”. “A grande ação que tem vindo a desenvolver, com destaque para o apoio à juventude e aos mais carenciados, dando muitas vezes a cana de pesca, tem vindo a enriquecer este território”, enalteceu.

O nosso jornal felicita também a Fundação Lapa do Lobo por esta data marcante na sua história, que embora ainda curta, já é de uma grande riqueza.