Câmara procura acordo com o Bar das Piscinas que deve cerca de 20 mil euros de rendas

A empresa que explora o Bar das piscinas de Nelas tem neste momento cerca de 20 mil euros de dívidas de rendas à Câmara Municipal. O assunto foi hoje discutido na reunião de Câmara, tendo constado na ordem do dia. 
O valor da dívida foi avançado pelo presidente da Câmara, Borges da Silva, que propôs a rescisão do contrato, por uma questão de “respeito para com o município e até com as finanças”. Artur Jorge Ferreira, Vereador do PSD, defendeu que se deverá “tentar mais uma vez dar a possibilidade ao devedor de pagar em prestações”. “A resolução poderá dar depois a possibilidade de numa nova concessão, se negociar uma renda mais baixa”, sugeriu.
Adelino Amaral, Vereador do PS, concordou com o agendamento deste assunto em reunião de Câmara, para que “estes processos não fiquem nas gavetas, devendo a autarquia decidir e agir”.  Assumindo que o valor “é muito elevado” e que atualmente “o bar funciona bem, com muito bom atendimento, num espaço muito agradável e com dignidade, tem que se arranjar uma solução, devendo dar-se uma última oportunidade, para que possam resolver a questão”. “Sugiro um compasso de espera de um mês para se tentar um acordo”, propôs o Vereador socialista.  
Borges da Silva lembrou que já em 8 de Outubro de 2013, “houve uma deliberação para aceitar o pagamento em 12 prestações mensais, bem como baixar para 300€ o valor da renda mensal”, o que não foi cumprido pelo devedor.
A discussão deste assunto ficou adiada para a primeira reunião de Novembro, com a concordância de todos o executivo e Vereadores da oposição, na tentativa de se chegar a um acordo amigável.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies