ENTREVISTA com Maria Manuel (cabeça de lista do PS círculo de Viseu) : “Comprometemo-nos a modernizar o IP3 e concluir o IC12”

O nosso diário digital promoveu entrevistas com os dois cabeças de lista, pelo círculo de Viseu, das duas principais forças políticas às eleições legislativas, que se irão realizar no próximo Domingo. Tendo contactado o diretor de campanha e candidato a deputado, pela coligação PAF, Pedro Alves, até ao momento não recebemos as respostas de António Leitão Amaro. 
ENTREVISTA com a cabeça de lista do PS, Maria Manuel Leitão Marques : 
Quais as principais propostas / compromissos que o Partido Socialista tem para os dois concelhos (Nelas e Carregal do Sal)?
– Favorecer o investimento das empresas, aliviando a sua tesouraria, com a possibilidade de compensação de créditos com o Estado.
– Reduzir o IVA do setor da restauração potenciando a criação de emprego neste setor;
– Simplificar o acesso e acelerar a execução dos fundos europeus para que estes possam chegar mais depressa às empresas da região;
– Incentivo ao aproveitamento das verbas do desenvolvimento rural, no âmbito do Portugal 2020, como forma de sustentabilidade e alternativa de emprego das populações;
– Ligar a região de Viseu ao mercado Ibérico, assegurando boa ligação ferroviária dos portos de Aveiro e Figueira da Foz ao resto da Europa, ganhando vantagens competitivas para toda a região;
– Modernizar a ligação rodoviária Viseu – Coimbra (IP3) e conclusão do IC12.
– Discriminação do território, pela positiva, através de medidas de incentivo à fixação das pessoas, nomeadamente dos jovens qualificados;
– Aposta na formação e na proximidade dos serviços (e não no seu esvaziamento), para atingir objetivos de qualificação, de empreendedorismo e de empregabilidade.

Que expectativa têm  eleitoral, em termos de resultado, num distrito marcadamente social democrata, e em que propostas consideram que marcam a diferença para recuperar terreno ?

As últimas Autárquicas mostraram uma realidade diferente dessa que descreve. Nas autarquias que são geridas pelo PS, aonde se incluem Nelas, Carregal do Sal e Santa Comba Dão, foi possível contrariar muitas das políticas recessivas que este governo e esta direita tem infligido ao país e aos portugueses. O Partido Socialista tem um programa com contas certas e validadas, que todos os portugueses conhecem. Da direita, deste governo e desta coligação só podemos esperar mais do mesmo: um país mais pobre, maior austeridade, maior desigualdade, mais emigração e mais desemprego nos nossos jovens. Por isso, assumimos o compromisso de apoiar as empresas que criem empregos estáveis estancando a fortíssima tendência para a emigração que temos registado nesta região. Dai que a expectativa que temos, quanto à eleição, só pode ser a de obter um bom resultado.

Qual a perspetiva de visitas à região e contacto com a realidade do distrito depois de eleita?

Costumo dizer nas reuniões e encontros que temos vindo a fazer, ao longo desta pré-campanha e campanha, com instituições, empresas, autarcas, enfim com a comunidade, que são apenas o primeiro momento de uma relação que pretendemos estimular e intensificar depois das eleições. Obviamente, esse será o sentido que teremos de seguir, visitar regularmente a comunidade pela qual fomos eleitos, no sentido de a poder acompanhar procurando ajudar a ultrapassar os problemas que naturalmente iremos encontrar. Essa é a nossa obrigação enquanto deputados e enquanto governantes.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies