GNR : Balanço da Operação “VERÃO SEGURO”

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensificou, na sua área de responsabilidade, mais de 90% do território nacional, de 1 de junho a 15 de setembro, no âmbito da Operação Verão Seguro 2015, as ações de patrulhamento, de apoio e de fiscalização, com particular incidência nos locais de maior fluxo de pessoas e nos principais eixos rodoviários. 
Neste período, no que concerne ao combate à criminalidade violenta, a GNR registou:
·       10 747 detidos em flagrante delito, destacando-se:
o   3 645 por condução sob efeito do álcool (igual/superior a 1,20 g/l);
o   1 329 por falta de habilitação legal para o exercício da condução;
o   499 por tráfico de estupefacientes;
o   175 por furto;
o   173 por posse de armas proibidas;
o   30 por ofensas à integridade física.
·       Apreensões:
o   786 armas (351 das quais de fogo);
o   11 998 munições de diversos calibres;
o   4 548 veículos;
o   364 834 euros em numerário.
Relativamente à vertente rodoviária, durante o período da Operação, e comparativamente com o período homólogo de 2014, destaque para uma redução das vítimas mortais (menos 10). Já no campo da fiscalização, foi registado um aumento do número de crimes rodoviários, com mais condutores detetados a conduzir com taxa de álcool igual/superior a 1,20 g/l e sem habilitação legal para o exercício da condução. No âmbito das contraordenações, de uma forma global, foi registado um aumento das infrações, sobretudo da não utilização dos sistemas de retenção e da condução sob o efeito de álcool.
A GNR tem acompanhado, ao longo dos anos, a evolução da sinistralidade rodoviária nacional, tendo identificado as três principais causas responsáveis pela sinistralidade grave (mortos e feridos graves), designadamente a condução sob efeito do álcool (1 em cada 3 condutores mortos em acidentes de viação conduzia com taxa ilegal de álcool no sangue), o excesso de velocidade e não utilização dos sistemas de retenção. Em resultado desse conhecimento, a GNR tem direcionado as suas ações de prevenção e de fiscalização para estas matérias, facto que poderá justificar o aumento das infrações detetadas.   
No âmbito do policiamento geral, foi garantida a segurança de diversos espetáculos musicais (festivais e raves). Na sequência das ações realizadas, destaca-se a apreensão de mais de 10 000 doses de droga. Os festivais realizados nos distritos de Santarém e de Portalegre foram os eventos onde foi detetado mais produto estupefaciente, de acordo com os seguintes gráficos:
Produto estupefaciente aprendido por tipo, em gramas
Produto estupefaciente aprendido por distrito, em gramas

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies