ÚLTIMA HORA : DETIDO por alegada prática de três crimes de incêndio florestal

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração do SEPNA da GNR de Viseu, deteve um homem pela presumível prática de três crimes de incêndio florestal, tendo ardido, respetivamente 300 m2, 3000 m2 e 40 000 m2 de mato e pinhal. 

O suspeito usou velas, que acendeu com um isqueiro, para colocar os incêndios. 
O detido, de 42 anos, solteiro, reformado, foi presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas, tendo ficado em prisão preventiva.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies