Borges da Silva assume benefícios da vinda de refugiados para o concelho

O presidente da Câmara Municipal de Nelas considera que o acolhimento de refugiados poderá “regenerar o tecido social do concelho, tão abalado que foi devido à onda de emigração dos últimos anos”. “A câmara de nelas ( como outros municípios o já fizeram) contactou o Conselho Português para os refugiados e o Governo no sentido de manifestar disponibilidade para consensualizar as condições para receber no concelho alguns refugiados. Algumas famílias concelhos que têm apartamentos devolutos indicaram-nos a disposição de os cederem para este efeito. Face à crise humanitária que se impõe a todas as pessoas, consciências e instituições e até pela receção que os portugueses emigrados tiveram sempre nos países de acolhimento, pareceu-nos que em particular por essas razões humanitárias devíamos manifestar disponibilidade”, declarou ao nosso jornal. 

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies