Caminhos Cruzados apresentou os seus novos TITULARES numa equipa que já é de luxo

O nosso roteiro jornalístico pela 24ª edição da Feira do Vinho do Dão, a maior mostra vínica ao ar livre do país e o maior certame de toda a região Centro, fechou com chave de ouro,quer em termos gastronómicos, quer em termos  de degustação de novos néctares da centenária região demarcada.É cada vez mais eloquente a aptidão gastronómica dos vinhos do Dão, com uma versatilidade que chega a surpreender, ou talvez não … 
Foi neste registo que no passado Domingo, ao jantar, a convite do empresário Paulo Santos, tivemos a oportunidade de em pleno coração do Dão e da gastronomia Beirã, provar os novos Titulares : mais algumas aquisições para a sua equipa de luxo. O restaurante “Os Antónios” foi o local escolhido. Naquela que é sem dúvida uma das melhores salas da região, com o seu imponente granito e traves de madeira, junto à garrafeira, a presença do conceituado escanção (e nosso colaborador), Manuel Moreira, e do Senhor Encruzado, Manuel Vieira, que chefia a enologia do jovem produtor, enriqueceram o evento. Conversa puxa conversa, atrás de uma vem outra, como as cerejas, esta foi também uma aula vínica. A Caminhos Cruzados, cruza gerações, aromas e tradições, com grande autenticidade. Foi mais uma vez isto que comprovámos logo na abertura, onde o novo Titular Branco de 2014, um blend de encruzado com malvasia fina, sem madeira, com 14 graus de álcool, se comportou a grande altura, harmonizado com enchidos da beira, favas e feijocas. Um branco muito fresco e mineral, encorpado, num conjunto muito harmonioso em termos  de acidez e delicadeza, com nos contou Manuel Vieira, nome incontornável do Dão, associado a algumas das grandes criações da região (Quinta dos Carvalhais e agora Titular). “Os brancos do Dão, hoje em dia ligam bem com todo o tipo de comida”, diz-nos. O néctar seguinte foi uma grande novidade que o produtor apresentou recentemente – o seu primeiro monocasta de Jaen, também de 2014. O aroma exuberante a frutos vermelhos bem maduros, vem da própria uva, pois o vinho não estagiou em madeira. Com 13 graus de teor alcoólico, é um tinto de Inverno mas também de Verão, com uma notável frescura. “Deve ser servido a 14 graus de temperatura, ligando muito bem com bacalhau e sardinhas, por exemplo”, refere o enólogo, enquanto degustamos o vinho com salada de bacalhau. O prato principal do jantar, foi um borrego assado no forno, acompanhado pelo novo varietal Branco Encruzado de 2014, com estágio de 6 meses em barricas novas e excelente perfil gastronómico. Um vinho com grande longevidade pela frente.
Mas o melhor estava para vir, quando Paulo Santos tirou o coelho da cartola : Teixuga Branco de 2013, obtido a partir de vinhas velhas, com várias castas tradicionais do Dão (algumas cepas com mais de 100 anos), num blend vibrante, com grande músculo. “Este é um vinho de terroir, em que o enólogo só tem que exprimir o que a terra dá”, explica Manuel Vieira, adiantando que foi sujeito a um estágio de 19 meses, em barricas de 300 litros de carvalho novo. “É um vinho que foi acarinhado de forma diferente, numa edição limitada de 1 500 garrafas, que iremos vender em torno dos 25 euros”, revela-nos Paulo Santos, dando conta que “o rótulo Teixuga será o nosso topo de gama”. Atualmente este jovem produtor já tem 22 hectares de vinha própria, numa estratégia assente na excelente relação preço/qualidade, já reconhecida pelo mercado. “Temos consciência de que estamos atualmente a dar mais ao mercado do que ele nos paga”, confessa, na esperança de que esse mesmo mercado “venha a reconhecer isso”. 

Em curso está a construção da nova Adega, num edifício contemporâneo,alusivo ao logotipo da empresa, que terá uma capacidade de vinificação em torno de 400 mil litros. A inauguração está prevista para o próximo ano. Fechámos o jantar com bolo de chocolate e cobertura de frutos silvestres, acompanhado pelo novo Touriga Nacional de 2013, que será lançado em breve.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies