Sub10 do SLNelas : Balanço da época 2014-2015

Ao analisarmos a época do escalão de sub10, considerámos vários tópicos: formação; resultados desportivos; apoios prestados por colaboradores e patrocinadores; encarregados de educação estrutura técnica e atletas; lacunas a melhorar; e preparação da época 2015-2016.
  • Formação:
Foram inscritos dezanove (19) atletas na Associação de Futebol de Viseu: Afonso, Bernardo, Boto, Carlos, Daniel, Francisco, Gui, Henrique, João, Marcelo, Marco, Martinho, Rafa, Ricardo, Simão, Tiago Almeida, Tiago Figueiredo, Tomás e Guilherme e ao longo da época foram utilizados em competição oficial, dezoito (18) atletas.
Dos atletas inscritos, três (3) não terminaram o processo de formação no escalão de sub10. O Bernardo por motivos pessoais transferiu-se à sétima jornada para o Mangualde; O Carlos após uma lesão ocorrida na escola (partiu o braço) optou por terminar a época no final da fase de grupos; o João fez a pré-epoca, participou nalguns jogos de preparação, mas optou por não participar nas competições oficiais.
Ao invés, tivemos alguns atletas que não foram inscritos, mas que se juntaram à equipa e foram treinando connosco ao longo da época. Foram as situações do Pinto e do Afonso que são ambos sub10, bem como, dos traquinas (sub9), Batista, Gabriel e Olival. Na próxima época, estamos a contar com estes atletas, para que façam parte da nossa equipa oficial.
Relativamente ao processo de formação dos sub10 do SLNelas, foram dados 85 treinos e a maioria dos atletas participou em mais de 80%, salientando-se os atletas Tiago Figueiredo que fez 83 treinos e o Francisco e o Tomás que fizeram 80 treinos.
Fruto das boas exibições nos jogos e como resultado da boa formação desenvolvida pelo escalão, alguns dos melhores clubes nacionais estiveram atentos ao desempenho da nossa equipa e foi com muita satisfação e muito orgulho que os nossos atletas Tomás Ribeiro e Francisco Alves foram prestar provas ao Sporting, tendo o Tomás também sido chamado para ir aos treinos de observação do Benfica. Apesar de os nossos atletas ainda terem muitos anos de formação pela frente, estes momentos únicos e marcantes nas suas breves carreiras desportivas, são já indicadores muito fortes da qualidade que já revelam atualmente.
Para além da atividade desportiva, o escalão de sub11 esteve envolvido como promotor, ou como participante, noutras atividades, nomeadamente, no jantar de Natal, Magusto e Banco Alimentar. Estas situações permitiram envolver os atletas em várias facetas da sociedade e contribuir para o seu desenvolvimento multifacetado e harmonioso, pois no processo de formação das camadas jovens do SLNelas, está subjacente e bem presente, a noção de que para além dos atletas, estão os futuros Homens de Amanhã!
  • Resultados desportivos:
Quando nos propusemos no início da época a avançar com a equipa de sub10, para participarmos no campeonato distrital, estávamos longe de imaginar que a prestação seria tão boa. Apesar dos bons indicadores dados no ano anterior, com a participação em vários jogos convívios de futebol de 5, sabíamos que uma competição oficial seria bem mais complicado, no entanto, os resultados alcançados foram excecionais.
Vencemos a série sul (Pinguinzinhos, Mortágua, Galfarritos, Carregal do Sal, Pestinhas, Mangualde e Canas de Senhorim) com treze (13) vitórias e um (1) empate. Disputámos a Fase Final dos Campeões (Repesenses, Craks de Lamego, Crasto, Académico de Viseu e Pinguinzinhos), obtivemos o 5º lugar, com 3V, 2E e 5D, mas a 10 minutos do final do último jogo estávamos no 3º lugar!
Para uma equipa que participou pela primeira vez nos quadros competitivos da Associação de Futebol de Viseu, conseguir o 5º lugar entre 24 equipas foi brilhante!
  • Apoios prestados por colaboradores e patrocinadores:
O SLNelas, tal como a maioria dos demais clubes, também vive com dificuldades financeiras, no entanto, foi prestando o apoio que pôde. Pagou as inscrições, os exames médicos, as taxas de jogo, colaborou nos serviços de “policiamento” dos jogos e disponibilizou a lavandaria do clube para lavar os equipamentos de jogo e de treino. Apesar das adversidades por que vai passando, fica o reconhecimento ao clube pois sempre acarinhou as suas camadas mais jovens.
A autarquia foi uma das grandes alavancas do escalão, disponibilizou o campo número dois para os treinos e jogos oficiais, assim como, o transporte para os jogos que se realizaram mais longe (Santa Comba Dão, Tondela, Mortágua, Lamego, Castro Daire, Repeses), bem como, para os torneios em que participámos (Valongo do Vouga, Tábua e Águeda) e também, as medalhas que atribuímos a todos os atletas participantes no nosso torneio, SLNew Year´s Cup 2015. Uma palavra de agradecimento para a nossa autarquia que nunca deixou de nos apoiar.
Algumas empresas amigas colaboraram com o escalão e foi também graças a eles que fomos melhorando as condições materiais dos nossos atletas, desde equipamentos, a alimentação. A nossa gratidão para quem nos apoiou, nomeadamente, Café Jaca, CarNelas, Clínica Dentária Armando Morais – Viseu, Fundação Lapa do Lobo, Gabinete de Engenharia – Frederico Nogueira, Intermarché, Junta de Freguesia de Nelas, Mathias, Neltricauto, Ourivesaria Ouronelas e Padaria Nova.
  • Encarregados de educação, estrutura técnica e atletas:
Vai para os encarregados de educação, uma grande dose do sucesso do escalão. Acompanharam na medida da sua possibilidade quer em treinos, quer em competições e em atividades. Colaboraram no financiamento ao longo de toda a época, com a quota mensal de cinco (5) euros, adquiriram por valor parcial algum equipamento desportivo e foram colaborando ativamente como uma das claques mais fervorosas do distrito, por isso, um agradecimento especial pelo apoio e colinho dado durante os jogos pela nossa querida Torcida Nelense.
A estrutura técnica composta por dois treinadores, um fisioterapeuta e quatro diretores foram incansáveis, sempre atentos às necessidades dos atletas, tratando-os como seus filhos, apesar de algum prejuízo familiar, assim como, com as sempre difíceis adaptações aos horários profissionais e sem qualquer tipo de remuneração, possibilitaram, e deram apoio nos 85 treinos semanais, 24 jogos oficiais e 4 torneios, num total de 28 fins-de-semana. Foi obra!
Aos atletas tiramos o chapéu! Alunos maioritariamente do 4º ano, com exames nacionais, em que todos eles passaram de ano letivo e que mostraram que com organização e com método se consegue perfeitamente conciliar os estudos com a atividade que mais gostam, o Futebol! Conseguiram estar presentes na maioria dos treinos, umas vezes à chuva, outras ao frio, ao sol, ao calor, ao vento… Participaram em 14 jogos da fase de grupos, mais 10 jogos da fase final dos campeões e em 4 torneios. Uns foram muitas vezes convocados, outros menos vezes, uns jogaram muitos minutos e outros jogaram poucos, mas todos são uma Família, divertidos, amigos, solidários, brincalhões, umas vezes tristes e com azia quando perdíamos e outras felizes e contentes com os ótimos resultados. Memoráveis as viagens de autocarro, com cantoria do princípio ao fim. Atletas que competiram oficialmente pela 1ª vez estão de parabéns e deram indicações muito significativas, de que dentro de alguns anos, serão eles o futuro do SLNelas. Continuem a trabalhar desta forma, que os resultados irão continuar a aparecer.
  • Lacunas a melhorar:
Ao longo da época fomos detetando algumas situações que deverão ser limadas e esses pormenores são fundamentais para a melhoria do desempenho motor:
As luzes para os treinos são insuficientes, há 4 ou 5 holofotes que estão sempre desligados/fundidos, para além de que só há 2 postes de iluminação, do lado contrário ao dos balneários não há luz e mal se consegue ver o campo;
Os nossos treinos decorreram à 2ª e 5ª feiras e os campos só eram marcados de 15 em 15 dias, à 6ª feira! Nestas idades, treinar com campos marcados é fundamental, os atletas precisam de referências espaciais. É difícil controlar os aspetos táticos nestas idades, mas sem o apoio das linhas dos campos, é ainda mais complicado;
Os bancos dos suplentes não são utilizados! Porque não têm rodas para poderem ser deslocados e nos dias de chuva, os nossos atletas que estão como suplentes ficam com más condições;
Há vários anos que os escalões de formação pretendem jogar no relvado principal e na próxima época, tudo aponta para que haja um aumento do número de equipas, de 2 para 4 no futebol de 7 (sub10, sub11 A e B e sub13) e de 1 para 2 equipas no futebol de 11 (iniciados e juvenis). O volume de treinos e o número de jogos oficiais e amigáveis vai aumentar exponencialmente, pensamos que está na altura dos escalões de formação terem acesso ao relvado principal de Nelas, e assim, dignificarem o trabalho realizados com as crianças e jovens Nelenses. Mais, mostrar aos apoiantes das equipas adversárias que os sabemos receber condignamente.
  • Preparação da época 2015-2016:
Na próxima época pretendemos melhorar alguns aspetos, ter um treinador específico de guarda-redes; discutir a fase de grupos e conseguir novamente atingir a fase final dos campeões; Manter os atuais atletas e procurar aumentar o número de jogadores por forma a criar uma equipa B, que entre no campeonato distrital da AF Viseu; Organizar um Torneio com 8 equipas (WINELAS CUP 2015); Participar num torneio de dimensão nacional; Adquirir material específico de treino;
No próximo dia 1 de Setembro iniciamos a época de 2015-2016 e todas as crianças nascidas em 2005 são bem-vindas. Aparece, junta-te a nós e vem representar a camisola histórica do Sport Lisboa e Nelas.
Força Nelas!

Bancada Nelense

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies