Nelas e Carregal na rota da nova Auto Estrada Viseu Coimbra é uma forte possibilidade

O presidente da Infraestruturas de Portugal, António Ramalho, anunciou que a solução para uma ligação rodoviária entre Viseu e Coimbra poderá passar por um corredor desenhado em quatro etapas, que prevê a manutenção do atual Itinerário Principal (IP) 3. O anúncio foi feito durante a inauguração da nova ponte do IP3, ato que contou com a presença do primeiro-ministro, Passos Coelho.
Segundo António Ramalho, esta é uma solução com “financiamento privado”, assente exclusivamente em risco de tráfego, e que prevê a manutenção do atual IP3.
A primeira etapa visa o aproveitamento do Itinerário Complementar (IC) 12 já construído. A segunda prevê a duplicação do troço Aguieira – Santa Comba Dão, com rentabilização de um investimento recente da Infraestruturas de Portugal no atravessamento da Barragem da Aguieira.
“Pretende-se a utilização da ponte em sistema de vias reversíveis 2+1 (modelo francês), com redução do valor de portagem em 50%”, explicou
A terceira etapa propõe a construção de um prolongamento do IC12 com uma extensão de 22 quilómetros, que vai até à Autoestrada (A) 25 em Mangualde, com nós em Canas de Senhorim, Nelas, Mangualde e A25. A última abrange o prolongamento da A13, que termina em Coimbra Sul, até à Barragem da Aguieira, com nós em Coimbra Norte, Penacova e Aguieira.

A solução base vai estar agora em discussão pública até ao final do ano.

Fonte : Jornal do Centro

8 comentários em “Nelas e Carregal na rota da nova Auto Estrada Viseu Coimbra é uma forte possibilidade”

  1. E voltamos a ficar sem via rápida entre canas e santa comba…
    Voltamos a usar a nacional…

  2. É bom que os autarcas, os utilizadores e os residentes não se distraiam com estas promessas. Com a IC 12 portajada, o transito vai tornar caótico o atravessamento das localidades servidas pela 234. Para pior já basta assim!
    Auto estrada para servir os interesses de alguém, NÂO OBRIGADO

  3. Resumindo as 4 etapas: 1ª) introdução imediata de portagens no IC12; 2ª) conclusão do mesmo até Mangualde e com portagens; 3ª Duplicação do IP3 entre Aguieira e Santa Comba, quem sabe com portagens; 4ª) Prolongamento da A13 de Coimbra a Aguieira, ou seja, a pagantes. Tudo muito bonito, alguém enche os bolsos e os locais a serem tramados. Esperemos que não sejam mais do que promessas eleitorais, caso contrário, no futuro, até os carros parados nas garagens pagam portagem, se é que já não pagam (IMI)…

    1. correto caro anónimo, é que os atuais governantes aumentaram o IMI 300 % através da reavaliação dos prédios e fazem de contas que foram as cãmaras …. eh eh eh eh fazem dos eleitores burros

    1. caro anónimo PSD/CDS a reavaliação foi feita no seu e pelo seu governo. Desejo-lhe sorte em difundir inverdades, mas pronto, alguém tem que fazer o trabalho; pelo menos que lhe seja rentável. O meu (vosso €€€€) IMI aumentou cerca de 300 % e sei como:
      reavaliação – aumento de 400 %
      taxa aplicada ao valor patrimonial – 0,5% taxa máxima aplicada pela câmara PSD/CDS e seguida Ps
      valor do pagamento do imposto – aumento de 284 %

      já esclareci muita gente que estava enganada e não percebia o aumento e os seus autores.
      Boa sorte com a sua saga.

    2. Caro anonimo, esta enganado. Foi no programa negociado entre o PS e a troika, que foi inscrito quer o aumento de taxa que a reavaliação. Ah o Pais estava na falencia. Porque tambem não fazem mais um cartaz.

    3. oh! caro anónimo, boa desculpa, a troika, foi a troika senhores foi a troika. Quem sabe, pode ser que alguém acredite, TENTAR NÃO CUSTA.

      AH! provávelmente o desemprego e a destruição de milhares de postos de trabalho FOI A TROIKA

Os comentários estão encerrados.