Empresário Fernando Carrilha propôs parceria à Câmara para explorar as antigas escolas primárias de Moreira

As duas escolas primárias da freguesia de Moreira estão encerradas, não tendo ainda sido decidido qual o destino que irão ter, em termos de utilização. Neste contexto, o empresa “Plateia de Verão”, do empresário Fernando Carrilha, propôs uma parceria à Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Santar/Moreira, em que por “um valor de renda simbólico nos propomos a explorar por tempo determinado os dois edifícios, efetuando as obras de adaptação necessárias para que sirvam de produto de animação turística complementar ao alojamento”. “As referidas estruturas são um centro de apoio ao BTT, Trial e pedestrianismo (com camaratas, balneários, máquinas de lavagem de bicicletas e pequena oficina em regime de self-service) e um restaurante típico. Esse centro de apoio ao BTT/Trial serviria de base para se partir à descoberta da região vinhateira de Santar e da encosta do Rio Dão, tirando partido da localização e excelentes condições.
Teriam também que ser criados e sinalizados pela Câmara alguns percursos que poderiam ser utilizados livremente por quem o deseje.

De acordo com a informação do empresário, já houve uma reunião com os dois órgãos, que o irão analisar. A nova unidade de turismo rural, situada em Pisão, vai ser inaugurada em agosto, resultado da recuperação de casas de granito na aldeia, que se encontravam degradadas. Serão cinco apartamentos T2 que irão ser inaugurados nesta primeira fase, prevendo-se uma segunda fase com “mais 10 unidades de alojamento, em que “prevemos estender a Santar o nosso projeto”, revelou ao nosso jornal Fernando Carrilha.

4 comentários a "Empresário Fernando Carrilha propôs parceria à Câmara para explorar as antigas escolas primárias de Moreira"

  1. Bem pode esperar sentado.
    A câmara de nelas não está interessada em ajudar os empresários locais , prefere ajudar os de fora …. até porque assim precisam de gabinetes de apoio local para poder fazer os negócios e ajudar melhor a economia local….

  2. Dar um novo uso ás escolas desactivadas e trazer para Nelas os praticantes de BTT e pedestrianismo parece-me uma boa ideia. É destas iniciativas que o interior precisa. Parabéns.

  3. não é verdade. a escola primária do Folhadal, neste momento é o ninho da águia.

  4. É de louvar que pessoas como o Sr Fernando Carrilha tenham iniciativas como esta, uma vez que as antigas escolas fazem parte da educação dos nossos antepassados e rentabiliza-las é uma mais valia a nível cultural, social e até económico para a freguesia.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies