BALANÇO da Operação VEÍCULOS PESADOS da GNR

A Guarda Nacional Republicana intensificou, de 20 a 26 de julho, em todo o território nacional, a fiscalização aos veículos pesados de mercadorias e passageiros, nas vias com maior volume de tráfego deste tipo de veículos.
Dos 6 723 condutores fiscalizados, foram levantadas 1 625 contraordenações, das quais se destaca:
·         510 por excesso ou deficiente acondicionamento/disposição da carga transportada (correspondendo a 38% dos 1 321 controlados);
·         359 relativas a tacógrafos, como tempos de condução, pausas e tempos de repouso (correspondendo a 30% dos 1 199 controlados);
·         50 por falta de inspeção periódica obrigatória;
·         48 por mau estado de conservação dos pneus;        
·         25 por incorreta ou não utilização do cinto de segurança;
·         23 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução.
Durante o período da operação, foram empenhados cerca de 2300 militares, dos Comandos Territoriais, da Unidade Nacional de Trânsito, do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) e da Unidade de Ação Fiscal.

Esta operação foi realizada de igual modo em todos os países da Europa e enquadra-se no plano definido pela European Traffic Police Network (TISPOL –www.tispol.org/), organismo que congrega todas as polícias de trânsito da Europa, no qual a GNR é representante nacional, e pelo Euro Controle Route(ECR – www.euro-controle-route.eu/site/), um grupo de serviços de controlo das estradas europeias cujo objetivo é o de melhorar a segurança rodoviária.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies