Junta de Freguesia de Beijós afirmou ter “ganho a luta” pela despoluição da Ribeira de Travassos

Publicando na rede social Facebook, a carta que recebeu da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), em que este organismo do estado assegura que o problema da “rejeição das águas residuais na ribeiros de Travassos” se encontra já “regularizado”, a Junta de Freguesia de Beijós, declara que “depois de reuniões, ofícios, horas ao telemóvel e até televisão, a Freguesia de Beijós ganhou esta luta. Todos juntos somos mais fortes e a freguesia melhorará”. Na carta, a APA refere que “as águas residuais tratadas na ETAR da empresa Borgstena, estão, presentemente a ser encaminhadas para a ribeira da Pantanha e que apenas as águas residuais tratadas na ETAR II de Nelas, estão a ser rejeitadas na ribeira de Travassos”. A Agência assegura que irá “acompanhar regularmente a situação”. 

6 comentários a "Junta de Freguesia de Beijós afirmou ter “ganho a luta” pela despoluição da Ribeira de Travassos"

  1. OU SEJA: o problema das águas residuais na ribeira dso Travassos está resolvida pela Junta de Beijós, e bem, mas as mesmas estão a ser reencaminhadas para a ribeira da Pantanha…
    O problema continua a existir, mudou somente de local. E quem resolve o problema atual?

  2. Boa Tarde:

    O ex-vice presidente da Câmara, Manuel Marques, está absolvido do crime que cometeu em ter feito os poços decantantes na Zona da Urgeiriça e ter enviado para ribeira da Pantanha as águas da Borgstena.
    Quase dois anos depois a APA vem dar-lhe razão e Borges da Silva, que o quis crucificar na campanha eleitoral de 2013, depois de gastar 200.000,00€ do nosso IMI com os tubos para a ETAR II de Nelas, permite que a água seja ligada para a Ribeira da Pantanha.
    Só com uma diferença Manuel Marques nunca teve uma avença jurídica da Borgstena ao contrário de Borges da Silva que já não pode dizer isso e isso pode verificar-se nas actas da reunião da Câmara Municipal de nelas, quando o Borges da Silva de ausentava para não participar na discussão e votação de assuntos relacionados com aquela empresa.
    Continuem a crucificar o homem de Vila Nova!!!!!

  3. Até quando? Até à próxima descarga?

  4. O problema só fica de veras resolvido com a mudança da nova ETAR para a o vale da ribeira da Pantanha e com uma adutora direta ao rio Mondego a jusante da dita com os afluentes já tratados.
    Assim até os esgotos de Canas de Senhorim, Urgeiriça, Vale de Madeiros, Folhadal e até Lapa do Lobo podiam tratar na mesma ETAR.

    • Se julga que algumas das ETAR's que estão a ser (ou vão ser) construídas resolverá o problema está muito enganado. Depois do dinheiro gasto vão-me dar razão… Têm sido feitos investimentos ridículos no saneamento no concelho de Nelas, com o dinheiro que gastaram até agora em "remendos" e "tapa-olhos" já podiam ter o problema resolvido. E até já ouvi umas soluções bem interessantes, mas não vinham das empresas certas.

  5. Que dirá o senhor Minhoto a isto tudo.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies