MULHER de 66 anos constituída arguida por burla através de promessas de cura com rezas e milagres

Militares do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Moimenta da Beira, após contactado pelo Posto Territorial da GNR de São João da Pesqueira, a dar conta que haviam abordado uma cidadã, residente no distrito de Bragança, suspeita de ser autora de uma burla, procederam à identificação de uma cidadã, com 66 anos, que prometia através de rezas e milagres, fazer o que quer que fosse para que a vida vítimas melhorasse. Em compensação, as vítimas davam-lhe todo o dinheiro que tinham na sua posse, deslocando-se ainda aos estabelecimentos bancários para levantar as suas economias.
Na área do Destacamento de Moimenta da Beira foram perpetuadas duas burlas, uma em São João da Pesqueira e outra em Moimenta da Beira, pela mesma cidadã, perfazendo um total de 5.850€ (cinco mil oitocentos e cinquenta euros).
Após diligências, efetivadas pelo NIC, foi possível, no dia 10 de julho, a recuperação de um total de 5.300€ (cinco mil e trezentos euros) em notas do banco central europeu, quantias que foram entregues às vítimas.
A suspeita foi constituída arguida e prestou TIR, no âmbito dos dois inquéritos.

2 comentários a "MULHER de 66 anos constituída arguida por burla através de promessas de cura com rezas e milagres"

  1. Sr jornalista deveria pressionar as autoridades para proceder ás detenções dos ladroes que andam a roubar na lapa do lobo .Ontem foi mais um assalto a uma moradia.

    • Os ladroes moram na lapa.
      E toda a gente sabe quem é , incluindo as autoridades.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies