“Encontros de Viseu” contou com a presença de Borges da Silva que realçou o programa “metros de terreno por empregos”

O Autarca de Nelas marcou hoje presença num colóquio em Viseu, em que o tema foi a discussão das contas públicas, investimento e emprego, promovido pela Federação do PS de Viseu,  e que contou com a presença de figuras de topo do partido, como Viera da Silva, Pedro Nuno Santos, Miguel Ginestal, e também de personalidades independentes, como o Prof. Universitário, António Amaro e o Gaulter Mirandez, da Associação Comercial de Viseu. 
A participação de Borges da Silva pretendeu relatar o caso de sucesso do concelho, na criação de condições para a instalação de novas empresas e na criação de novos empregos, que designou “metros de terreno por empregos”. O edil relevou “os mais de 165 000 m2 de terrenos adquiridos nos últimos 20 meses e a criação de cerca de mil empregos, o que representou uma baixa de 34% no desemprego no concelho”, uma redução que qualificou de “sagrada”. 

13 comentários a "“Encontros de Viseu” contou com a presença de Borges da Silva que realçou o programa “metros de terreno por empregos”"

  1. Como é possivel a criação de 1000 emprego, quando segundo dados do IEFP, em nelas de 2013 para o mesmo período homologo, o número de desempregados diminiu 300 desempregados e nessa redução inclui-se os que sairam para o estrangeiro e os Pocs.
    Esta megalomania é um perfeito disparate.

  2. Não entendo este comentário …ou apenas o entendo como má fé e ignorância. Não preciso de fazer muitas contas , mas no mandato municipal atual foram ou não criados postos de trabalho entretanto perdidos ? Julgo que a resposta será positiva… vejamos….lusofinsa , aquinos, borgstena, e outros mais pequenos. ..O que acham ? Também compreendo que os que falam mal por falar ou fazem da actividade política uma discussão futebolística não entendam que borges da silva eleito pelo partido socialista tenha trabalhado junto do governo PSD CDS e dos empresários para resolver o drama do desemprego no concelho ….não gostam ? Megalomania ? Tenham juízo. …tem de fazer mais para serem levados a sério. ..

  3. Meu caro comentador regimista, pode chamar todos os nomes, de ignorante, os que Vossa excelência entender.
    Aliás, vem no seguimento da má educação do seu seguido.
    Já deu para entender que é um homem ou uma mulher atentos, mas certamente não imparciais.
    Várias vezes neste espaço já foi publicados os números de desempregados no concelho de nelas e que eu acredito de imparcial.
    Através dos números aqui publicados, resulta uma diminuição sensivelmente de menos 300 desempregados.
    Os números falam por si, ou tem a mesma dificuldade em lidar com os números como o seu seguido.
    Não queira fazer parte da escola da megalomania Borgilista.
    Até breve!!

  4. Ilustre comentador das 23:47 do dia 28/06/2015 veja este excerto da noticia do seu amigo presidente de Câmara:
    O edil relevou "os mais de 165 000 m2 de terrenos adquiridos nos últimos 20 meses e a criação de cerca de mil empregos, o que representou uma baixa de 34% no desemprego no concelho", uma redução que qualificou de "sagrada".
    Segundo dados do IEFP, através do seu site em maio de 2013, nelas tinha 876 desempregados; em maio de 2014, nelas tinha 887, subindo 11, e em maio de 2015, estão inscritos como desempregados 588,
    Se a matemática não for uma batata a diferença de 876 para 588 é de 288.
    Onde está então a criação dos 1.000 postos de trabalho.
    Uma mentira dita muitas vezes não passa a verdade.
    Se duvidas tiver consulte o site http://www.iefp.pt – menu estatisticas- estatisticas mensais por concelho e chegará conclusão que eu cheguei, verdade acima de tudo..

    • JOÃO GOUVEIA REGO | 1 Julho, 2015 às 10:47 |

      Borges da Silva convidado para encontro com a nata do PS,mais uma vez fica inequivocamente demostrada a consideração e apreço pelo excelente trabalho realizado como autarca.
      Eu sei que custa mas tenham lá paciência, obviamente que a criação de postos de trabalho não abrange só o Concelho de Nelas,há atualmente muita gente de Concelhos vizinhos a trabalhar em Nelas, o que devia deixar a todos orgulhosos,mas, enfim…….
      Tem razão,a matemática não é uma batata, embora as contas não seja o forte de muitos como sabemos,mas para que não brinque com os números vamos lá á regra básica:
      -Se 876 eram 100%, 588 são 67%, ou seja, como provam os números o desemprego baixou no Concelho 33%!
      Fantástico trabalho deste executivo na captação de investimento e criação de postos de trabalho,eu sei que doi,mas, experimentem ozonol,ajuda na zona do cotovelo!

  5. O homem tem dificuldades em lidar com a verdade e com os números!!!!!!
    Senhor Jornalista! Tem Vossa Excelência prestado um excelente serviço publico ao noticiar nestes espaço noticias com verdade e imparciais.
    Por favor diga ao leitores se os números apresentados pelo comentador das 23:09 de 30 de junho são ou não verdadeiros! Sabendo eu que Vossemecê tem acesso a esses dados.

  6. Oh senhor rego não são a percentagens que estão em questão, são os 1000 empregos criados.
    Ou então a empresa que vossa excelencia dirige criou pelo menos 700.

  7. Fantástico senhor João Rego!!!!
    Que empresas o seu amigo trouxe para nelas para a criação de 1000 empregos
    Quantos criou a Pensão Maial nas Caldas da Felgueira?

    • JOÃO GOUVEIA REGO | 2 Julho, 2015 às 10:22 |

      Se tivesse a coragem de se identificar veríamos facilmente que você nunca criou um único posto de trabalho,deve ser daqueles que mamava ou mama na teta de todos nós!
      Quanto ao meu Amigo, Aquinos, Borgstena,Luso finsa e o que está para vir…..chega ou quer mais!
      Quanto á Maial aguarde, vai gostar de certeza e já agora……experimente o Ozonol!

    • JOÃO GOUVEIA REGO | 2 Julho, 2015 às 10:24 |

      Os números batem certo, só não vê quem não quer!
      Escolham outro tema para criticar, porque no que toca a emprego o desempenho do executivo é EXCELENTE!

    • eheheehehe Senhor João Rego: Borgstena, Lusofinsa em que dia e mês de 2014 e 2015, estas empresas se instalaram em Nelas?

    • Meu caro amigo, deve estar equivocado!

      Se não vejamos:

      876 – 588 = 288 empregos efetivos criados;
      288/876 x 100 = 32,8767% diminuição do desemprego no Concelho de Nelas.

      São os factos atendendo aos dados que nos são facultados.

      Se fossem criados 1 000 postos de trabalho, o desemprego no Concelho seria igual a zero e ainda haveria um défice de 124 pessoas para os lugares, que entretanto estariam do lado da oferta no Mercado de Trabalho. O que seria bom, pois havendo mais oferta que procura ( empregos ), obrigaria a subir os vencimentos o que geraria um maior rendimento disponivel nas famílias.

      De qualquer forma é de louvar uma política de dinamização industrial e a consequente criação de postos de trabalho que no caso concreto foram 288, o que por si só é bastante bom, não havendo nessecidade de inflacionar os números fazendo dos observadores tolos e criando polémicas desnecessárias.

    • Helloooooo,os 1000 postos de trabalho não foram todos ocupados por pessoas do concelho de Nelas.
      Muitos vieram de fora.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies