Manuel Marques contesta mais uma vez a falência da autarquia em 2013

Reagindo à informação avançada pelo Executivo PS, sobre o parecer positivo do Tribunal de Nelas à reestruturação dos empréstimos da autarquia, o  vereador do CDS/PP, aborda mais uma vez o recorrente tema da falência da Câmara :
“Em 29 de Novembro de 2013, um documento entregue aos vereadores pelo seu Vice-Presidente Doutor Alexandre Borges, dizia o seguinte:
 Disponibilidade financeira da Autarquia – 1.075.892,23€
Dividas a Fornecedores – 483.146,31€
Faturas pagas até Setembro de 2013
Dividas a empreiteiros 297.433,93€
Além destes dados deve realçar-se os créditos ainda não contabilizados no valor de mais de 300.000,00€, os quais o presidente de Câmara sabe bem a quais me estou a referir.
Outro facto importante é que depois da posse do atual executivo, faz um depósito bancário a prazo de 6 meses, no valor de quase 800.000,00€.
Passados 18 meses da sua governação o presidente da Câmara na nota de imprensa escreve: ” Desta forma, começam a estar reunidas as condições para retirar a câmara no estado de falência que se encontrava no final de 2013″.
Eis o milagre da multiplicação: dinheiro a prazo, 800.000,00€ para as ETARs  e dinheiro para as almoçaradas, festarolas, muros, desaterros e propaganda pessoal”.

3 comentários a "Manuel Marques contesta mais uma vez a falência da autarquia em 2013"

  1. Este senhor foi o pior exemplo que passou no município de nelas, nessa matéria, desde festinhas a festarolas, muros murinhos outros favores que se os enumera se estava aqui a escrever até amanhã

  2. O comentador do regime veio a terreiro

  3. Calma comentador das 19:05
    A procissão ainda vai no adro e já havia muito para dizer, muitissimo mesmo!!!!

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies