Teatro da Academia do Politécnico de Viseu obteve uma “Menção Honrosa” no Festival FATAL

O Teatro da Academia do Instituto Politécnico de Viseu foi agraciado com “Menção Honrosa” pelo júri do Festival FATAL – Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa. 
O Teatro da Academia participou este ano em mais uma edição do FATAL, a décima sexta, um dos maiores festivais de teatro do país, com a peça “Alta Áustria”.
Para o júri, o espetáculo apresentado foi “construído a partir de um belíssimo texto que, embora datado da década de 70 do século passado, se revela constrangedoramente atual para uma jovem geração que vive agrilhoada pelos ditames da sociedade de consumo em que nasceu. Este espetáculo retrata de uma forma dinâmica e ritmada não só os sonhos, as angústias, os projetos e as preocupações que preenchem o quotidiano de um jovem casal, como também a própria evolução e maturação das personagens na busca do que realmente confere sentido à vida.
Pela relevância do texto escolhido no contexto atual, pela dinâmica introduzida através da cuidada escolha de figurinos e da inclusão da imagem num espaço cénico aparentemente austero e, sobretudo, pela qualidade das interpretações, entendeu o Júri atribuir uma menção honrosa ao espetáculo Alta Áustria, do Teatro da Academia – Instituto Politécnico de Viseu”.
Relembre-se que em anteriores participações o Teatro da Academia já havia sido distinguido com o galardão principal do 13º FATAL 2012, como “Melhor Espetáculo”, prémio atribuído pelo júri do certame, com a peça “Woyzeck”, de Georg Büchner; e em 2010 com o “Prémio Fatal – Distinção do Público”, destinado a consagrar o espetáculo melhor pontuado pelos espectadores.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies