FINANCIAMENTO para a Grande ETAR urbana de Nelas está assegurado : investimento total ronda os 4 milhões de euros

– BORGES DA SILVA dá mais um grande passo para concretizar o maior dos objetivos a que se propôs ainda durante a campanha eleitoral de 2013, e que foi reafirmando no decurso dos 18 meses do seu mandato como um grande compromisso para com os Nelenses : a resolução do grave problema ambiental do concelho.  

A Câmara Municipal de Nelas garantiu já financiamento para construção de uma grande Etar urbana na sede do concelho de Nelas, estrutura que terá capacidade para tratar nos próximos 20 anos todos os esgotos domésticos da vila e freguesia (constituída por Nelas, Algerás e Folhadal) e os oriundos das empresas instaladas na Zona Industrial de Nelas, a norte, e na Zona Industrial do Chão do Pisco, a poente, com pré tratamento e que será construída na envolvente da atual Etar 2 de Nelas
Esta infra-estrutura de tratamento ambiental terá um custo próximo dos 4 milhões de euros  e tem já financiamento garantido no novo quadro comunitário de apoio (Portugal 2020/PO SEUR) com uma comparticipação de 85%, sendo por conta do orçamento municipal os restante 15%, estando o projeto já em elaboração, acompanhamento e apreciação por parte da Agencia Portuguesa do Ambiente, procedimento que estará concluído em Maio próximo.
Esta solução, que resultou em grande medida do empenhamento do Presidente da Câmara de Nelas e do novo executivo desde a sua tomada de posse em 2013, teve um apoio incondicional e importante do Governo desde a primeira hora, com a intervenção do Secretário de Estado da Inovação e Competitividade e do Secretário de Estado do Ambiente, ficando solucionado com a intervenção do próprio Vice Primeiro Ministro, que para o efeito e a pedido da Câmara se deslocou a Nelas e às suas Zonas Industriais, onde se inteirou do grande dinamismo empresarial e criação de emprego existentes e dos problemas associados, nomeadamente ambientais, tendo inclusive reunido, juntamente com o Presidente da Câmara, com a associação ambientalista local AZU.
A par deste investimento camarário, as empresas situadas nas Zonas Industriais terão, como até este momento, um acompanhamento de todas as entidades, incluindo as da administração regional e nacional, ligadas ao ambiente, estando garantida também uma melhoria no funcionamento da Etar interna da empresa Borgstena, num volume de investimento de 700 mil euros, consistindo na construção de um novo tanque de armazenamento e aumento de capacidade dos arejadores e da unidade de flotação e tratamento com medição em contínuo da qualidade exigível. Investimento de melhoria que esta empresa vai fazer correspondendo ao esforço público de encontro de uma solução definitiva para despoluição da Ribeira da Pantanha, curso de água que recebe há muitos anos todos os efluentes das unidades empresariais instaladas nas sua margens.
Realça-se que esta empresa, que é uma referência mundial no fabrico de tecidos para a indústria automóvel, instalada em Nelas há 25 anos, tem já criados em inicio de Abril  510 postos de trabalho, propondo-se chegar a final de 2015 com 600 trabalhadores dadas as necessidades de mão de obra decorrente do o projeto de confeção de coberturas para cadeiras automóveis para bebés para o cliente alemão Britax Romer.
Esta solução global e conjunta encontrada entre entidades públicas locais, nacionais e empresariais, garantindo assim o desenvolvimento com sustentabilidade ambiental, vai estar definitivamente em funcionamento em meados de 2016, contribuindo também para atrair outras atividades e negócios, como os ligados ao turismo, termas e vinho, áreas com grande potencial de desenvolvimento no Município de Nelas.
No mesmo sentido vai a candidatura que a Câmara apresentará em Junho para construção de Etars em todas as freguesias do Concelho, dando sequência á construção com um custo de 1 milhao de euros que vai iniciar-se em Maio próximo de uma nova Etar em Canas de Senhorim para 4 mil habitantes, todas para tratamento dos esgotos domésticos, esgotos esses com carga poluente de gravidade semelhante aos demais.
A Câmara de Nelas está mais uma vez do lado da solução que há muitos anos se impunha, expressando o seu agradecimento e dando os seus parabéns a todos os que desejaram e desejam estar mais desse lado do que do lado do problema.
Pelas apontadas razões, está encontrada a solução que se impunha para a despoluição da Ribeira da Pantanha.
Nelas, 17 de Abril de 2015
O Presidente da Câmara
José Borges da Silva

5 comentários a "FINANCIAMENTO para a Grande ETAR urbana de Nelas está assegurado : investimento total ronda os 4 milhões de euros"

  1. parabens
    mas ainda vai aparecer o grande estadista a dizer que a ideia foi dele ou a colocar defeitos

    • Só depois de feita a obra é que acredito!
      Lembro-me de ver o Ex-Primeiro Ministro Sócrates colocar uma placa no sítio onde iria ser construído o Hospital de Todos Os Santos e passados 6 anos já nem a placa existe!
      A sede do PS de Nelas também vai ser hipotecada?
      Segundo notícia de hoje do Expresso, dirigido pelo mano de Costa, o PS deve 11.000.000€ e vai ter que hipotecar algumas sedes das concelhias para ter dinheiro para concorrer às eleições. Bom exeemplo para quem quer governar o país!!!!

    • E os custos de um investimento megalómano que vamos ver acrescentar nas faturas de água e saneamento?
      Quanto custava apenas o tratamento dos esgotos da freguesia de nelas?
      Não era mais barato encaminhar os esgotos do folhadal para a etar já existente?
      Este aumento do caudal a tratar não vai servir apenas para "diluir" os esgotos da Borgstena?

    • Esta visto, lá se voltaram a lembrar da freguesia de Carvalhal Redondo!!!
      Quando se querem librar de esgotos (foi assim no passado) ou de efluentes, lembram-se sempre de Carvalhal Redondo. Para retirar 0 amianto do telhado do edifício social ou até o lixo da antiga associação "os Carvalhenses" como outras obras importantes para a Freguesia, esquecem-se.
      Ainda á bem pouco estive num espetáculo promovido pela Camara em que a Sofi usou da palavra dizendo que não ia falar de politica (não fez outra coisa) e quando chegou a altura de falar de Carvalhal Redondo enrolou-se-lhe a língua. Será que o nome de Carvalhal Redondo mete nojo ao executivo?? Só é mesmo lembrado para descarga de esgotos? Quando é que a JS de Carvalhal Redondo manda um murro na mesa? Ó só serve para aparecer nas fotos nos beberetes?

    • Segundo o Presidente da Câmara a fatura da água baixou 220.000,00€ por ano, a recolha do lixo baixou 30%, com isto tudo que fez Borges da Silva? aumentar o preço da água!!!!

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies