Aventura pelo modelismo ferroviário continua

     

O deficiente motor, Sérgio Rodrigues, natural de Parada, continua a todo o vapor na sua obra de arte : fazer a réplica, usando diversos materiais reciclados, de uma linha de caminho de ferro, com comboios, estações e todos os acessórios e complementos a ela respeitantes. O artista, que dedica agora grande parte do seu tempo à execução da ideia, devidamente maquetizada, fez-nos chegar a evolução do seu trabalho, nas suas diversas etapas, agora que está na reta final, em relação ao primeiro modelo. Sérgio agradece a todos os que queiram fornecer de forma gratuita materiais, ao mesmo tempo que abre ao público a possibilidade de o visualizar “in loco”, podendo ser contactado para o efeito (91 4651010).
IMAGENS : 
1 – início da maquetização
2 – estudo mais detalhado
3 – ensaio numa plataforma de madeira
4 – depois das marcações, colocação de cola e depois de cortiça
5 – colocação da via na cortiça
6 – estudo de representação de uma estação
7 – balastro, usando areia do rio
8 – máquinas a trabalhar
9 – execução das plataformas da futura estação
10 – execução da passadeira
11 – ensaio de locomotiva com carruagem para fazer uma ponte
12 – estudo de outra carruagem
13 ; 14 candeeiros elaborados com fios de telefone, tubos de uma grelha e lâmpadas de uma árvore de natal
15 – cerca feita com fósforos queimados
16 – “obra” a ganhar forma
17 – publicidade no Pingo Doce do primeiro modelo

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies