ROTA dos VINHOS DO DÃO : Apresentação oficial no Solar do Dão marcada para 27 de Abril

Está definida e certificada a Rota dos Vinhos do Dão. Tem 40 aderentes, grande aposta no enoturismo, forte presença nos meios digitais e custou 465  mil euros.
Nasce oficialmente a 27 de Abril a Rota dos Vinhos do Dão. A Comissão Vitivinícola Regional vai desvendar nesse dia, numa cerimónia no Solar do Vinho do Dão, como agregou 40 produtores, donos de adegas e proprietários de enoturismos de qualidade na região. Revelará ainda, com pormenor, como gizou e certificou um roteiro de serviços que ajudará turistas nacionais e estrangeiros nas suas experiências vínicas, gastronómicas e culturais.
Visitantes, entusiastas ou curiosos sobre as temáticas do Dão poderão aceder, a partir dessa data e de forma inteiramente grátis, à plataforma mobile Rota dos Vinhos do Dão, carregável nos seus smartphones. Uma plataforma web complementará a consulta livre de guiões informativos sobre vinhos da região e ajudará a seleccionar quintas e adegas a visitar, a comprar vinhos ou a escolher restaurantes locais. Será também à distância de um toque ou de um clique que os utilizadores poderão decidir o enoturismo onde pernoitar.
Arlindo Cunha, Presidente da Comissão Vitivinícola Regional do Dão (CVRD) adianta que esta Rota será “um instrumento com três grandes objectivos”: “Valorizar e acrescentar valor ao vinho do Dão, com venda directa dos produtores aos enoturistas; garantir que os enoturistas, agradados com as provas, passarão a divulga o vinho do Dão nos seus meios de influência, constituindo, assim, um importante instrumento de promoção; e gerar riqueza, contribuído para o desenvolvimento do território da Região Demarcada..
Com este roteiro organizado e certificado, depois de uma primeira tentativa gorada em 2000 de criar uma Rota, os visitantes poderão agora participar numa simples prova, visitar adegas ou quintas, comprar vinhos e outros produtos tradicionais no local, visitar monumentos, usufruir de serviços de restauração ou de alojamento devidamente identificados e sinalizados quanto ao tipo de oferta, “seja a adega tipicamente familiar e tradicional ou o palácio mais sofisticado que possam imaginar”, assegura Arlindo Cunha.
A Rota dos Vinhos do Dão resulta de um trabalho de estudos, inquéritos e visitas aos locais que demorou quase dois anos a concretizar, em articulação com várias entidades públicas e privadas. Arlindo Cunha levanta um pouco o véu: “Este projecto, que apenas está no início, começou com um estudo de base para a Definição, Estrutura e Gestão da Rota do Vinho do Dão, no quadro de um projecto apoiado pelo QREN/Plano Operacional do Centro (POC), e cuja componente nacional foi financiada pela Comunidade Intermunicipal da Região Dão Lafões e por nós, CVRD, tendo um custo total estimado nesta primeira fase 465mil euros”.

2 comentários a "ROTA dos VINHOS DO DÃO : Apresentação oficial no Solar do Dão marcada para 27 de Abril"

  1. Muito Bem!!!!
    Isto também é uma mais valia para Nelas.
    Como também é uma mais valia para Nelas ter desistido com o logotipo "Nelas Coração do Dão"

  2. Como também é uma mais valia para Santar e para o concelho de Nelas a construção do museu do Vinho em Viseu.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies