Congresso da ANMP : Borges da Silva votou a favor da redução da taxa máxima de IMI para 0,4%

     Ao nosso diário digital, o Presidente da Câmara de Nelas reiterou que “se tudo correr bem, como prevemos, estaremos no final de 2016 dentro do limite de endividamento, o que nos tem obrigado a manter a taxa máxima do IMI” sinalizando assim, mais uma vez, que em 2017 irá propor a redução deste imposto para os proprietários do concelho. Borges da Silva, acompanhado do Presidente da União de Freguesias Santar/Moreira, Jorge Abreu, estiveram presentes em Tróia no Congresso Anual da Associação Nacional de Municípios, liderada por Manuel Machado, tendo ambos votado a favor do conjunto de propostas formuladas.
Como avançámos, a redução da taxa máxima de IMI foi um dos temas de maior destaque na reunião magna dos Autarcas Portugueses, que vincaram também, novamente, a necessidade de se avançar para a regionalização, com a criação de regiões administrativas, a não retirada de competências e serviços de proximidade, recusar liminarmente a extinção do IMT, uma maior participação dos municípios no novo quadro comunitário de apoio – Portugal 2020, entre outras matérias. 

3 comentários a "Congresso da ANMP : Borges da Silva votou a favor da redução da taxa máxima de IMI para 0,4%"

  1. Pode ser que com esta sessão fotogénica ele agora baixe o IMI.

  2. esta exigência dos municipios é ridicula e hipócrita, o que os impede de colocar a taxa em 0,3 ou 0,4 se o intervalo que está na lei é entre o,3 e 0,5?
    ridiculos e manipuladores para as próximas eleições.

  3. ahhhh ahh ahhh ihhhh uuhhh aaaaaaahh ahhhhhhhh não há outro comentário para a votação do autarca nelense.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies