Autarcas defendem redução da taxa máxima de IMI para 0,4%

“A taxa máxima do IMI, actualmente em 0,5%, deve baixar para 0,4%, para compensar o fim da cláusula-travão neste imposto”, defende a Associação Nacional de Municípios Portugueses, que está reunida este fim de semana em Setúbal, no seu congresso anual. Os autarcas querem ainda assegurar que o IMT não vai ser extinto.

1 comentário a "Autarcas defendem redução da taxa máxima de IMI para 0,4%"

  1. vejam lá a brincadeira, a reforma (aumento) obsceno do IMI foi o maior saque da estória dos impostos, de tal forma que até os beneficiarios acham o excesso de dinheiro retirado às pessoas "UM ROUBO". Depois aparecem com esta habilidade de colocar a taxa máxima em 4% porque vão aproximar-se eleições. A TAXA NÃO PRECISA DE SER FIXADA EM 4 % porque os municipios podem utilizar o intervalo de 0,3 a 0,5 % ; senhores da ANMP podem pôr a taxa em 0,3 % façam-no, a lei já existe.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies