MANUEL MARQUES disponibiliza-se para reunião com BORGES DA SILVA e governantes sobre o dossier da ferrovia

 O Vereador do CDS/PP dirigiu uma comunicação ao Presidente da Câmara de Nelas, mostrando a sua preocupação com o processo da rede ferroviária : 

Manuel da Conceição Marques, vereador da Coligação PPD/PSD-CDS-PP, eleito nas listas do CDS-PP, vem manifestar-lhe o seguinte:
Quer na qualidade de cidadão, quer na qualidade de autarca, estou preocupado com as noticias da eventual construção da Linha Ferroviária Aveiro Salamanca, sem que se requalifique a Linha da Beira Alta.
Como já referi em sede de reunião do Executivo Municipal, salvo melhor opinião, a construção desta obra, prejudica necessariamente o nosso concelho e a consequente industrialização, que remonta desde a instalação dos Fornos Elétricos, das ENU, da Lusagri e da Paclene.
Temos formas de diferentes de  estar na vida autárquica, e até mesmo na política.
Mas, deverá haver certamente um ponto comum, a defesa dos interesses do concelho, independentemente  dos partidos em que militamos.
Aliás, também já o referi, o que me interessa é o bem estar das populações, e os dividendos políticos pela atuação dos seus protagonistas, deverão ser colhidos, pelas próprias populações.
Recordo-lhe a humildade de um seu antecessor, que juntamente com o presidente da comissão política concelhia de Nelas, de outro partido político pelo qual não foi eleito, se juntaram para que uma obra em Nelas fosse uma realidade.
À data esse seu antecessor, pela sua humildade, foi um pouco, não diria enxovalhado, mas andou lá por muito perto.
Facto é que a obra veio para Nelas e cá se mantém , servindo todo o Concelho.
Posto isto, quero manifestar-lhe toda a minha disponibilidade, para as reuniões que achar por convenientes, com o Senhor Ministro da Economia ou com o Senhor Secretário de Estado dos Transportes, sobre esta matéria.
Com os melhores cumprimentos
O Vereador do CDS/PP

23 comentários a "MANUEL MARQUES disponibiliza-se para reunião com BORGES DA SILVA e governantes sobre o dossier da ferrovia"

  1. Que grande tanga…. Vai falar com o Helder…..

  2. Na minha opinião deve ser criado um movimento mais alargado do que o proposto pelo vereador Manuel Marques,´porque vai afectar todos os municípios do eixo Figueira da Foz, Celorico da Beira. Assim, acho que o Srs Vereador e Presidente devem dinamizar a criação dum "loby" constituído pelos Presidentes da Câmara desse eixo que lute requalificação da Linha da Beira Alta,.deixando de parte as suas estratégias eleitorais.
    Aprendam com os políticos de Aveiro e Viseu!

  3. Lembro que Secretário das Infra-estruturas, Transportes e Comunicações, Dr.Sérgio Monteiro,como pessoa independente como é, sendo natural de Mangualde. não deixará considerar a importância da linha da Beira Alta para a região onde actualmente está implementada.

  4. Chamou escroque de comentador noutro local "senhor doutor" Manuel Marques será que o senhor sabe o significado de escroque…? Pois eu digo-lhe que é aquele que se apodera dos bens dos outros. O dito comentador não é da sua laia é uma pessoa honrada e nunca precisou da política para viver. Tenha vergonha e peça desculpa. Como vê vim responder noutro local em respeito à memória do senhor António Monteiro e à sua família. Pessoas que muito preso. Em relação a identificar-me senhor jurista da Figueira um dia digo-lhe na cara quem sou. Semeou ventos vai ter tempestade, eu não sou Dr Borges da Silva que tem medo de si. Eu não estudei na sua escola para não dizer não comi na sua….

  5. ai ai ai ai ai que medo Dr. Borges da Silva!!!!!!!

  6. Há quem tivesse tirado o curso na Figueira, outros tiraram-no em Coimbra à custa da Câmara Municipal de Nelas

  7. Pedro Petrus | 20 Março, 2015 às 15:10 |

    Desta vez identificado. Identifica.te tb porque não passa de mero vendilhão de palavras, papagaio. Sabe e para terminar "dr" de meia tigela é daqueles que morde a mão de quem te deu o pão. Vejam o que esse "senhor" fez ao Eng Jose Manuel Almeida, fez ao Dr Jose Lopes Correia, pessoas de bem que ele maltratou. Jumento que dá um coice vai voltar a repetir.

  8. António Costa | 21 Março, 2015 às 15:54 |

    Também estou indentificado!
    Quando não consegues argumentar viras-te ao homem como gato a bofe!
    Exatamente os teus amigos é que o morderam não e ate foram para o Algarve e Inglaterra à custra dele.
    Se tens coragem, o homem anda tantas as vezes em Nelas, diz-lhe isso na camara, não te escondas atrás de um nome falso, como fizestens com a falsa colega e o seu facebook.
    Sabes uma coisa és um cobardolas.

  9. pedro petrus | 21 Março, 2015 às 16:24 |

    Nem dá para responder…é só erros..vai para a universidade senior

  10. António Costa | 21 Março, 2015 às 18:23 |

    Não repondes porque te toquei no osso.

  11. És um triste frustrado …

  12. "…Facto é que a obra veio para Nelas e cá se mantém , servindo todo o Concelho." que OBRA ?
    duvido que serva o concelho, devia querer dizer "NELAS".

  13. pedro petrus | 22 Março, 2015 às 18:02 |

    Tao mal tratado o português senhor comentador das 15h e45 deve ter tirado o curso na católica

  14. caro pedro petrus,
    queira saber que o erro numa palavra serviu para despertar a sua concordância com o conteúdo do comentário, não esperava tanto, mas reconheço que desta vez o meu caro foi sincero.

  15. pedro petrus | 23 Março, 2015 às 16:17 |

    É grave senhor comentador, de 22 de março às 22:07 ,dizer que é só um erro ? Grave há erros de ortografia e de concordância, para um jurista é grave

    • olhe mister pedro, não é que este seu comentário permiti-me aprender pouco mais que nada.

  16. Esse jurista tirou o curso com bolsas de estudo em coimbra.

  17. jurista de m.. | 24 Março, 2015 às 10:50 |

    Só se foi na ETAR de lordemao

  18. Certamente meu camarada.

  19. Este senhor devia era preocupar-se em desaparecer de Nelas, onde já causou muitos prejuízos a todas as famílias do concelho. Basta lembrar o IMI.

  20. Vai e leva o BS contigo que dois..

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies