ÚLTIMA HORA : Refer vai avançar com quatro grandes projectos de 2,2 mil milhões (nova Linha Ferroviária Aveiro-Salamanca está entre eles)

Para António Ramalho, presidente da Estradas de Portugal/Refer, as prioridades de Portugal na ferrovia são a conclusão do corredor Sines-Caia-Madrid, a concepção do corredor Aveiro-Vilar Formoso, a interoperabilidade ibérica, a electrificação, a possibilidade de circulação de comboios com 750 metros e o aumento da capacidade para 1.400 toneladas. Os quatro projetos irão ser objeto de candidatura aos fundos europeus.
Jornal de Negócios on line
Lembramos que o Presidente da Câmara de Nelas invocou por diversas vezes um estudo técnico da Refer a defender a requalificação da linha da Beira Alta em detrimento de uma nova linha. O certo é que o novo corredor poderá vir a ser uma realidade, claramente por opção política que se sobrepõe na maioria das vezes às opções técnicas.
A atual linha da Beira Alta poderá estar em causa, até porque num recente comunicado o PSD de Aveiro e Viseu nem sequer abordam a sua requalificação, apenas defendendo a nova linha ferroviária.

7 comentários a "ÚLTIMA HORA : Refer vai avançar com quatro grandes projectos de 2,2 mil milhões (nova Linha Ferroviária Aveiro-Salamanca está entre eles)"

  1. A Câmara anterior andou a dormir. E andámos nós a pedir votos. Lider da oposição já foste

  2. É importante que os concelhos do eixo da B.A. Figueira/Fornos, incluindo Figueira da Foz,Coimbra,Luso,Mortágua, S.ta Comba,Carregal.Canas de Senhorim,Nelas,Mangualde e Fornos de Algodres se imponham e exijam a requalificação da linha da Beira Alta e não se deixem intimidar pelos Drs. de Viseu que não quiseram que esta linha passasse por esta cidade, quando da sua construção, por causa do fumo que comboio causava!
    Organize-se um movimento nesse sentido, independentemente da apatia do Sr. Presidente da Câmara de Nelas!

    • O BS é tão limitado que só vê o que está pertinho ou que os fazedores de opinião lhe ditam ao ouvido. É apatico, mal formado e por isso curva-se perante o poder logo os de lisboa dito e ele diz amen.
      Sabem porquê?
      Porque quer ser o candidato do Psd em 2017.

  3. fechem a estação cp em nelas, transformem-a em apeadeiro como fizeram a canas.

  4. É pena que um assunto de interesse fulcral para o desenvolvimento presente e futuro do concelho de Nelas seja tão menorizado.
    Por QUASE todos.
    O presidente e o Executivo pouco ou nada têm feito.
    A oposição, partidos do arco do poder central, assobiam para o ar. As estruturas distritais, nomeadamente a de Viseu do PSD, marimbaram de alto para Nelas e para os outros concelhos do sul do distrito. Só veêm Viseu. Nada mais (e depois falam eles de centralismo excessivo de Lisboa, e que é necessário descentralizar… mas SÓ para o lado eles e par o que lhes interessa.)
    Os cidadão pouco dizem, e quando dizem ainda galhofam por causa da eterna questiúncula Nelas-Canas, que a todos cega.
    Resta-nos este espaço e o binómio Jornal/Jornalista: LANCE O DEBATE JÁ!
    Antes que seja tarde, e infelizmente parece-me que já é tade demais.
    Vai ficar um concelho literalmente a ver passar os comboios.
    Uma inação total, um lobbyng, como aqui foi sugerido, e bem, que não foi feito por muitos outros concelhos, incluindo o de Nelas.
    Estranhamente, ou talvez não. Julgo mesmo que o amorfismo autárquico neste caso vai pagar-se caríssimo.
    A linha da Beira Alta, pilar do desenvolvimento deste e de outros concelhos já foi… para outras paragens.
    A política de eucalipto de Viseu continua em marcha, com a benção dos seus deputados de TODOS os partidos, (alô Pedro Alves, ainda te lembras de Nelas? Já não… Alô Junqueiro, já te esqueceste do caminho para Nelas? Alô Hélder, sabes que o concelho de Nelas faz parte do distrito pelo qual foste eleito?), mas também das associações empresariais que reclamam de Lisboa e Porto, mas depois só querem o centralsimo de Viseu em relação aos outros concelhos da região. E os empresarios do concelho o que dizem? Nada? E os que estão representados nessas mesmas associações empresariais? E os dos outros concelhos que vão ficar esquecidos?
    A centralidade do Vinho já foi.
    Os comboios, infelizmente, são já a seguir.
    E andamos nós no concelho entretidos com guerras florais e o pin pong do Borges e do Marques…
    NELAS XXI.

  5. Borges da Silva não se importa da plantação de eucaliptos em Viseu, podem secar tudo em Nelas, menos os AQUINOS e a BORGSTENA

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies