Declarações da vereadora Sofia Relvas ao Jornal do Centro provocam grande indignação ao vereador Artur Jorge Ferreira

Vereador do PSD afirma que o recém criado Gabinete de Apoio ao Aluno e Família “não vem para cá fazer nada”
Sofia Relvas, vereadora com o pelouro da Educação, a propósito da criação do Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família, referiu ao Semanário regional que o seu objetivo é “apresentar uma resposta diferente das que existem nas escolas, uma vez que se sentia um VAZIO e uma falta de resposta social para os encarregados de educação que muitas vezes tinham dificuldades de comunicação com as instituições de ensino”. Artur Jorge Ferreira, desde 2002 fortemente envolvido na área educativa no concelho, designadamente nas Associações de Pais, mostrou-se “muito indignado” com tais declarações, afirmando mesmo que “este gabinete não vem para cá fazer nada”. Em tom fortemente crítico, “fizeram passar a ideia que nenhuma das estruturas funciona, o que não é verdade. Foram criadas muitas situações para evitar o vazio – o que a sra. disse deixa mal e não dignifica o que têm feito os diretores das escolas”, afirmou, prosseguindo “fizemos muitos seminários, inclusive fora da vida – nas aldeias. Beneficiámos muitos alunos. Para levar mais informação se é esse o objetivo, tem-lhes sido levada muita informação, não tem faltado isso. Sinto-me incomodado e o que a sra. vereadora fez não dignifica nada do que tem sido feito em Nelas” criticou, não se coibindo de referir que “não era necessário criar o GAAF porque não é essa a função da Câmara. SALVAR a educação é fazerem um projeto educativo integrado e não este gabinete. VAZIO é sim o facto da sra. vereadora nunca estar presente nas reuniões da Associação de Pais – isso sim é um vazio” acusou. “Ao longo dos anos e em parceria com a CPCJ tanto trabalho temos feito, como por exemplo ir aos ciganos para os levar para a escola. Se conseguir trazer mais pais à escola, pode contar connosco, isso sim será uma ação eficaz. Este é mais um gabinete que vai complicar e não ajudar”, concluiu, cáustico. 
Sofia Relvas respondeu dizendo que “ando ainda a aprender mas quero esclarecer que eu não disse isso dessa maneira”, mostrando-se disponível para colaborar com as Associações de Pais. 

23 comentários a "Declarações da vereadora Sofia Relvas ao Jornal do Centro provocam grande indignação ao vereador Artur Jorge Ferreira"

  1. De certeza a CASA AMARELA um dia destes VEM ABAIXO!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Borges da Silva tanto falou que a Isaura era um fantoche do Marques que agora inverteu as coisas e tornou-se um fantoche da Sofie.
    Meu caro comentador!! Borges da Silva direcionou a sua campanha eleitoral contra Manuel Marques, até arranjou um slogan: """Não votes na malta do Manel, para a Câmara Vota Borges da Silva, para a junta João Miguel"""
    Que slogan servirá em 2017, para a oposição a Borges da Silva? Naturalmente será: " Ó Borges arredonda a saia, ó Borges arredonda bem, porque as tuas calças a sofie já tem.

  2. Tá-se mesmo a ver a Sofy a ir aos ciganos!
    Mas devia ir, que eles estão todos recenseados!

  3. Grande gaffe Dra. Sofy!

  4. Em relação às afirmações da vereadora Sofia quando afirma que: “ Os Encarregados de Educação tinham dificuldades de comunicação com as instituições de ensino” Gostava de lhe perguntar:
    1. Quantos pais se dirigiram a algum dos estabelecimentos de ensino e não foram recebidos quer pelo Coordenador de Estabelecimento?
    2. Para que serve os diretor de escola?
    3. Algum professor se negou a receber os encarregados de educação mesmo que em horas diferentes das programadas e tratar de algum dos assuntos dos seus educandos.
    4. Quantas pessoas fazem parte do Gabinete de Apoio ao Aluno e Família, que encargo traz para o erário camarário, como foram escolhidos, que critérios usados (coloração política).
    5. Para que serve a Associação de pais que a senhora tanto tenta elogiar quando lhe convêm.
    6. Esse gabinete vem substituir os antigos serviços educativos ou é mais uma repetição.
    7. Basta de palermisses vamos ao trabalho em prol da educação e deixem-se de tretas.
    Um conselho à senhora vereadora mais trabalho e menos publicidade.
    Por fim se der resposta a estas questões fica-lhe bem e os pais que passaram pela Associação de pais agradecem

  5. Artur Jorge está dentro do trabalho que se tem feito nos estabelecimentos de ensino e por isso as suas palavras têm suporte lógico.
    A autarquia deve preocupar-se com as condições que os nossos alunos têm nas escolas, cheias de telhados de amianto e deixar a parte educativa para os professores onde há técnicos com muita experiência e com capacidade académica para dar resposta aos muitos problemas que existem, fruto, cada vez mais desta crise que nos trespassa os ossos e está a corroer a estrutura famíliar que os nossos avós e os nossos pais nos deixaram, onde dominavam a humildade e o trabalho. Hoje só existem bandidos e ladrões.

  6. "Sofia Relvas respondeu dizendo que "ando ainda a aprender".
    Ainda? É o PEPAL para Vereadores?
    Fantástica resposta da veradora. É bonita a humildade, mas neste caso é mais necessária COMPETÊNCIA.
    E saber primeiro o que fazer, como fazer e o que dizer quando lhe apontam um microfone.

  7. As associações de pais são voluntariado, alguma vez a senhora vereadora fez voluntariado em prol da comunidade?

    • No voluntário não se recebe, pois não?

    • Do executivo camarário quem já fez voluntariado? O dr. Alexandre, somente

    • Alguém que mostra desprezo por quem de forma voluntária têm ao longo dos anos dado tempo da sua vida à comunidade e inventa gabinetes sem base legal e com funções pouco definidas. Alguém que se tenta sobrepor a estruturas já existentes só para servir os amigos. E que não apoia quem têm a competência de facto ou as estruturas locais que já conhecem o terreno. Alguém que constantemente falta ou chega atrasado as reuniões das entidades oficiais. Alguém que apresenta projectos pelo método de copiar o que viu noutro concelho e logo com outras realidades… Estão a ver, não é uma questão de competência. É de interesses

  8. Boa Artur, a criação de mais um gabinete é a antitese de tudo o que andaram a apregoar na campanha.
    Tanto que criticaram os outros e agora é só mais do mesmo, gabinetes, amiguismos, tretas e mais tretas!
    Têm é que vir para a rua, sentir o pulsar da malta, deixarem-se de elitismos bacocos, falarem com o povo.
    Há quanto tempo não se vê o executivo na rua, nas Freguesias, nas Aldeias, junto daqueles que prometeram
    ouvir?
    Quantas empresas já beneficiaram do gabinete empreende? Aquinos e Borgstena………..e as outras???
    Estamos mal, ou as coisas mudam ou estes dois anos e meio vão ser penosos.
    Aconselho o executivo a ler o programa com que se candidatou, o Sr. Presidente que releia o contrato que disse na altura estar a assinar com os eleitores, pode ser que isso o traga á terra e o faça ver o caminho errado que está a trilhar, traindo os que o ajudaram e que lutaram para que as coisas mudassem.
    Onde está a cultura? E o ambiente? E a unidade móvel de saude? Onde ficou a promessa de Democracia e o enterro do ou és por mim ou és contra mim? Onde está a incubadora de empresas? Onde está o Apoio á Agricultura e aos Agricultores? Onde está o aproveitamento dos recursos humanos do Municipio? Onde está a igualdade?
    Não foi para isto que eu os apoiei, e só Deus sabe com que custos.
    Até breve.

    Ainda há solução, ou mudam já ou muda-se em 2017!

  9. A sra. vereadora, com (s) pequenino é esperta esperem para ver.
    Sabiam que vamos ter acessoras?? e Quais?
    Apeciem bem a jogada e tirem as vossas conclusões.
    BS já fostes.

  10. e desde quando é que o concelho se limita somente a Nelas?!
    como vereador desconhece a realidade do concelho.
    enfim, é com cada um…

  11. Deve uma noção mais coerente da realidade do que o actual executivo!!

  12. O gaaf veio dar emprego a mais meia dúzia de artistas…

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies