VÍDEO reportagem : AQUINOS – Pólo de NELAS já criou 310 postos de trabalho e os seus proprietários estão “felizes” na vila “Coração do Dão”

   Hoje na inuguração oficial da sua unidade fabril em Nelas, onde a produção atual de  mil sofás é 100% destinada a exportação, o Presidente do Conselho de Administração do Grupo Aquinos, Carlos Aquino, valorizou o papel da Autarquia de Nelas, na pessoa do seu Presidente, José Borges da Silva, pela forma como acolheu e criou condições para que este investimento fosse uma realidade. “Estamos felizes em Nelas … porque não crescermos aqui ?”, disse. Na presença do Vice Primeiro Ministro, Paulo Portas, o empresário revelou que o Grupo – comemora o seu 30º aniversário em Março – irá atingir nos próximos meses um total de 1 900 empregos (atualmente 1 700), sendo o maior empregador privado de toda a região Centro. “Em Nelas já contratámos 310 trabalhadores e temos como objetivo duplicar os empregos nos próximos meses, com a duplicação da produção”, adiantou no seu discurso.
   São excelentes notícias para Nelas, com o setor empresarial privado a mostrar sinais de grande dinamismo. Acompanhe neste seu diário digital, durante o fim de semana, a visita de Paulo Portas a Nelas, e os casos de sucesso empresarial (Movecho, Planycorpo e Lusovini) e sócio/cultural (Fundação Lapa do Lobo), apresentados no 2ª Seminário de Empreendedorismo. 
  José Borges da Silva tem assim razões para sorrir : a vila “Coração do Dão” vive feliz tem termos empresariais. 

3 comentários a "VÍDEO reportagem : AQUINOS – Pólo de NELAS já criou 310 postos de trabalho e os seus proprietários estão “felizes” na vila “Coração do Dão”"

  1. Isto é que lhes doi. Contra factos não há argumentos. Todo o resto são jogos florais meramente políticos. Na hora do voto os novos empregados que antes eram desmpregados certamente reconhecerão o esforço desenvolvido . O povo não é estúpido
    Sabe muito bem o que a governação PS está fazendo pelos trabalhadores do Concelho, claramente em contraciclo com o Governo de Lisboa que disse que era preciso que os portugueses empobrecessem e emigrassem. São factos. É preciso ter memória.

  2. O que fez o Presidente Socialista de nelas para que esta fábrica viesse para Nelas?
    Caiu-lhe nas mãos ao contrario do que diz o comentador foi o Governo de Lisboa que tudo fez para que esta fábrica se instalasse em Nelas, começando logo pelo ICEP.
    Por isso, veio a Nelas um ministro desse Governo inaugurá-la. Caso contrário não punha cá os pés.

  3. para desmascarar os comilões do país desde o 25 de abril de 74 é preciso aparcer um "syriza". Deviam ser reduzidos como aconteceu com o paok na grécia, era engraçado PPD-PS-CDS irem ao charco.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies