GRANDE COBERTURA neste seu diário digital do Carnaval em Cabanas de Viriato, Canas de Senhorim e Nelas

– Jorge Pereira e José Miguel Silva no meio dos foliões, mas sem “despique.

(Vídeo : Cabanas de Viriato TV)

A valsa secular em Cabanas de Viriato começa a ser ouvida na tarde de domingo, dia dedicado às crianças, que assim se iniciam na “dança dos cus”. Na segunda e na terça-feira, os adultos repetem-lhes os passos. É uma festa que comemora este ano 150 anos de existência e das mais tradicionais do país. 
Ao som da valsa, alinhados em duas filas, os foliões vão dançando pelas ruas da vila, batendo com os traseiros nos dos vizinhos do lado quando há uma variação do ritmo. Apropriadamente, a centenária tradição,   que remonta a 1865, ficou conhecida como “dança dos cus”.
A entrada é gratuita, sendo a única receita proveniente do que os visitantes decidirem dar pelo autocolante que lhes é colocado na lapela. 
O também secular Carnaval de Canas de Senhorim promete mais uma grande jornada de diversão numa das mais bairristas festas do país, tendo como apogeu o despique entre o Paço e Rossio. Em Nelas, onde o ponto alto é a troca de rainhas entre o Cimo do Povo e Bairro da Igreja, vai ser também muita a folia.
Hoje as crianças desfilam pelas ruas das vilas, numa organização dos respetivos Agrupamentos de Escolas.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies