ÚLTIMA HORA : árbitros indignados com agressões no fim de semana desportivo

– No passado Domingo em Canas de Senhorim, refere a Direção do Núcleo de Árbitros de Viseu, num jogo das camadas jovens, um adepto invadiu o terreno de jogo.

“Agressões a árbitros da AFViseu em jogos com policiamento ARDs (Agentes Recinto Desportivo ).
Não vou comentar os atos, apenas dizer o que eu penso, pois já passei por agressões e outras situações judiciais na arbitragem.
Não coloco em causa o bom nome dos clubes, pois há muita gente boa, por o nosso distrito fora.
O retirar o policiamento PSP/GNR e colocar apenas um árbitro no futebol 7, foram duas medidas tomadas para dar um alívio financeiro aos clubes. Ficava o esforço para os árbitros e até à data, os árbitros cumpriram na sua grandiosa maioria, de forma satisfatória.
Se nós árbitros somos quem ficou perder com esta alteração, deveria haver mais respeito e colaboração de todos. Infelizmente tem havido casos menos felizes, colocando a integridade dos árbitros em risco.
Passo a citar, ideias minhas para solucionar alguns destes problemas.
– Os clubes declararem quem passa a ser oficialmente os seus ARDs, sendo feita uma formação destes , pelos núcleos de árbitros ou AFViseu, para as funções que vão desempenhar. Terem um cartão identificativo fornecido pela AFViseu, assim como um colete EXCLUSIVO e facilmente identificável, para usar na função de policiamento.
– Se com a PSP/GNR tínhamos 2 a 3 elementos da força policial por jogo, não acho que 1 só ARD consiga ter controlo de situações menos agradáveis.
Deveria ser estipulado, um mínimo para diferentes escalões. Ex:
Futebol 7… 2 ARDs,
Iniciados, juvenis e juniores 3 ARDs,
Seniores mínimo 5 ARDs.
Com um pouco de esforço, penso ser possível sensibilizar as pessoas para não termos casos desagradáveis e os ARDs, quase sempre conhecem os adeptos, habitualmente mais complicados. Intervir atempadamente, manter ordem e alterar maus hábitos é um bom caminho.
Todos juntos, árbitros, dirigentes, clubes e adeptos em geral, podemos manter o futebol como uma bonita prática desportiva, sem incidentes.
Criticar e maltratar os outros, não é solução!
FAIR PLAY e BOM SENSO acima de tudo”
Um abraço e um desabafo do árbitro 

Luis Fonseca, AFViseu.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies