GNR faz o BALANÇO da OPERAÇÃO “Ano Novo Seguro”

Resultados da operação “Ano Novo Seguro 2014”
A Guarda Nacional Republicana intensificou, de 31 de dezembro a 4 de janeiro, o patrulhamento e a fiscalização rodoviária nos itinerários de e para os locais associados às festividades do Ano Novo, com o objetivo de prevenir a sinistralidade rodoviária.
Durante a operação e comparativamente com igual período do ano de 2013, registaram-se 707 acidentes (menos 313), 11 mortos (mais oito), 24 feridos graves (mais cinco) e 218 feridos leves (menos 71). De referir que o número de vítimas mortais reflete dados provisórios, não se encontrando contabilizados os mortos a 30 dias.
Os 6572 militares empenhados estiveram particularmente atentos às matérias que mais influenciam a sinistralidade rodoviária e suas consequências, tendo detetado 262 crimes (207 por condução com Taxa de Álcool no Sangue (TAS) igual/superior a 1,20 gramas por litro, 35 por falta de habilitação legal para o exercício da condução e 20 por outros crimes) e 7816 infrações, destacando-se as seguintes:
–        612 por condução com TAS superior ao permitido por lei (em 8261 testes realizados);
–        3303 excessos de velocidade (em 175 957 controlos);
–        309 por falta de inspeção periódica obrigatória;
–        282 relativas a cintos de segurança e sistemas de retenção para crianças;
–        263 por utilização do telemóvel no exercício da condução; e
–         136 por falta de seguro.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies