ÚLTIMA HORA : Responsáveis pelos grandes incêndios do Caramulo que vitimaram mortalmente os bombeiros Carregalenses, Cátia e Bernardo, com penas de 12 e 18 anos de prisão

Os dois acusados da autoria dos incêndios florestais na Serra do Caramulo no verão passado, onde morreram quatro bombeiros, foram condenados a penas de 12 e 18 anos de prisão.
O tribunal de júri de Vouzela deu a pena mais pesada a Luis Patrick e Fernando Marinho foi condenado à pena de 12 anos.
No decorrer do julgamento, Patrick tinha garantido nada ter a ver com os incêndios. Já Fernando Marinho confessou, contando que o amigo ateou os de Alcofra e de Meruge e ele o de Silvares.
Os dois foram considerados culpados pelos crimes de crimes de incêndio florestal agravado, homicídio por negligência e ofensa à integridade física grosseira.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies