Jorge Paiva (Santarense) acaba de ser distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva

    Jorge Paiva, investigador da Universidade de Coimbra, acaba de ser distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva Montepio 2014. O galardão tem como principal objetivo premiar a excelência na promoção da cultura científica e tecnológica.

   “Quando ando a trabalhar não penso em prémios”, afirma Jorge Paiva que se mostrou muito “surpreendido” quando lhe comunicaram que tinha sido distinguido. “Estou muito satisfeito porque escrevo muitos artigos de divulgação científica e de clarificação científica dirigidos a professores do ensino secundário e básico”, refere o investigador de 81 anos.

   A distinção vai também servir para mostrar um pouco mais do trabalho do botânico de Coimbra. “Fico muito satisfeito por saber que o que eu publico e o que eu faço tem utilidade”, adianta. De acordo com Jorge Paiva, o objetivo principal é que “um físico, um matemático ou um pastor, todos saibam porque é que é preciso proteger o ambiente”.

   Os prémios Ciência Viva vão ser entregues hoje no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa.