Câmara de Nelas vai investir para conseguir uma poupança média de 30% no custo da energia em espaços públicos

    A Câmara Municipal de Nelas acaba de aderir à Candidatura que a Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões (CIMVDL) efectuou para apoio específico no âmbito das Energias Renováveis e Eficiência Energética, candidatura que havia sido feita em 2013 e à qual a Câmara de Nelas não havia aderido, contrariamente ao que sucedeu com os restantes 13 Municípios daquela Comunidade Intermunicipal.
   Conseguindo agora a sua adesão a esta Candidatura, a Câmara Municipal de Nelas vai integrar um processo que permite a instalação de reguladores de fluxo luminoso em diversas avenidas, ruas e praças do Concelho, efectuando um investimento de 113 mil euros, 85% dos quais inicialmente apoiados por fundos comunitários, resultando desse investimento uma poupança média de energia de 35%.

   A par deste investimento, que vai realizar-se no ano de 2015, decorre também no âmbito daquela Comunidade, neste momento, um concurso público internacional para aquisição de energia eléctrica para todos os 14 municípios da Comunidade (mais de 260 mil pessoas), fornecimento esse que se espera venha a iniciar-se em Janeiro 2015, havendo a expectativa de uma redução significativa no custo da energia eléctrica que a Câmara Municipal de Nelas tem que suportar na rede de iluminação pública e nos seus edifícios e instalações.
   Com os investimentos e concursos referidos tem a Câmara Municipal de Nelas a expectativa de proceder a ajustamentos da rede de iluminação pública, com ampliação nos casos em que tal se justifica, e ainda voltar a ampliar a cobertura da mesma rede, rede essa que por razões financeiras em parte foi desligada durante o ano 2012 e inícios de 2013.

9 comentários a "Câmara de Nelas vai investir para conseguir uma poupança média de 30% no custo da energia em espaços públicos"

  1. Já chega de desculpas para este executivo justificar a má governação

  2. ao contrario, o anterior executivo fugia das candidaturas como o diabo da cruz, eram melhores as adjudicações diretas para os amigos.

  3. má governação? comparado com qual? Respira-se ar puro na Câmara! Com metade dos funcionários temos o mesmo rendimento ou mais. Abram os olhos! PArabéns Borges da Silva!

  4. Comparada com qualquer uma dos últimos 40 anos

  5. Senhor Comentador das 21:45
    A decencia tambem é uma regra e um principio da democracia, independentemente das cores politicas dos executivos, os funcionários e ex funcionários da Câmara são excelentes trabalhadores e nunca precisaram de se encostar ao poder para sobreviverem.
    De facto respira-se ar puro, depois de os funcionarios usarem filtros e mascaras. Pois, as luvas de Boxes que estavam na prateleira, cheiram muito a bolor, pior que as botas do tio António de Santa Comba e vão um dia destes respeirar sem os filtros e sem as mascaras no dia dos votos.

  6. Senhor Presidente de Câmara, segundo tenho lido, V.Exa. conseguiu tirar a nossa camara de falência e até tem dinheiro a prazo.
    Então, por favor peco-lhe que mande ligar as luzes de iluminação publica de Vilar Seco, desligadas pelo anterior executivo.

  7. Só de Vilar Seco não! Mas sim de todo o concelho.

  8. Perguntem ao Osvaldo porque não manifestou junto cá CIMRDL a vontade de efetuar a referida candidatura?

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies