“Vou fazer 150% daquilo que prometi”

   
José Borges da Silva, presidente da Câmara Municipal de Nelas

ADELINO AMARAL teceu rasgados elogios ao trabalho do executivo PS, neste primeiro ano de mandato.

Borges da Silva fez um balanço “muito positivo” do seu primeiro ano de mandato à frente da autarquia.

  O edil elencou, em reunião de Câmara, toda uma série de iniciativas e decisões, que recuperaram a “credibilidade e a esperança” no concelho e agradeceu à sua equipa, a todo o pessoal e ainda ao vereador não executivo, Adelino Amaral, pela “solidariedade demonstrada”. Tendo como um dos grandes desígnios “recuperar a autonomia financeira da Câmara”, como tem reafirmado, enfatizou que “o primeiro elemento para fazermos de Nelas uma boa terra é sermos gente de boas contas”. “Para isso começámos por reduzir nesta casa o pessoal político – antes eram nove cargos, agora somente três”. Outra das apostas foi a atração de investimento privado : “Aquinos, Lusofinsa, mais de 20 novos estabelecimentos comerciais que abriram, entre outros, são sinais de confiança no futuro”, realçou, para revelar que pretende também, cumprindo o programa eleitoral, reforçar para o “dobro” a delegação de competências nas Juntas. Em termos de obras físicas, destacou o lançamento das novas ETAR´S e as “5 ETAR´S reaqualificadas, que já estão a funcionar em pleno”. “O ambiente é para nós prioritário, e as 20 ETAR´S compactas de que o concelho necessita, vão ser enquadradas no novo quadro comunitário de apoio”, revelou. Na área da saúde, a manutenção da oferta clínica no concelho foi uma “vitória” e assegurou que “esperamos ter a funcionar, em 2015, como prometemos na campanha, o posto móvel de saúde”. A área cultural, foi por si considerada, neste ano, com a melhor desde que mora em Nelas : “em 50 anos não me lembro de espetáculos com a qualidade e grandiosidade de “AViagem do Elegante” ; “Músicas que os Vinhos Dão” e Romeu & Julieta”. “Um pouco por todo o concelho recuperámos cerca de 180 Km. de caminhos florestais”, deu conta ainda. 
    Adelino Amaral, vereador e presidente da concelhia do PS, enalteceu o trabalho deste executivo e referiu mesmo que, por exemplo, na área ambiental “o vosso trabalho superou as expectativas”. 
Borges da Silva fechou a sua intervenção frisando querer fazer “150% daquilo que prometi”
   

7 comentários a "“Vou fazer 150% daquilo que prometi”"

  1. Parabéns, só que não resistem, vão começar a fazer mal, está na genese da câmara, "FORÇA para aumentar as dificuldades das pessoas, AUMENTEM AS TAXAS-CARREGUEM NOS ELEITORES-CARREGUEM NOS MUNICIPES
    aproveitem e criem uma taxa de pavimentação, a pagar junto com a àgua por todos que tenham um passeio pavimentado à frente de casa"

  2. Pavimentem-se passeios, que todos bem precisamos de andar a pé pelo menos é isso que aconselham os cardiologistas.

  3. Muito pouco para quem prometeu 500%.

  4. Já está em campanha?

  5. E a novidade da Rua Gago Coutinho, o novo modelo de rua pedonal em que os carros se deslocam a toda a velocidade sem qualquer protecção para os peões?

  6. Porque deitar árvores abaixo no largo da Câmara, ficando aqueles horríveis depósitos á vista? Com as árvores, o largo ficava muito mais bonito.

  7. Credibilidade e esperança…hum…deverá ficar por aí mais uma vez, crer e esperar pela prosperidade que nunca vêm. E não virá enquanto Presidentes de Câmara se reunirem para pedinchar abertura de escolas. Exigir sim devem eles. Mas exigir para o interior previlégios a nível de legislação fiscal que tenham impacto real. Estou a falar de IRC a 7% e taxas de IRS a metade do nível nacional. Isso é que trará o grande investimento para a região, o estrangeiro, o tecnológico, o que no fundo interessa. Infra-estrutura para isso já há que chegue. Dão – Estrela, a nova Zona Económica Especial….visão para isso há no executivo municipal?

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies