Executivo camarário cumpre programa eleitoral e avança para a construção de mais uma ETAR nova, desta vez em Nelas

    No âmbito das conversações que o Presidente da Câmara e a Câmara tem vindo a manter com a Secretaria de Estado do Ambiente, em especial com o Secretário de Estado Paulo Lemos, foi garantido ontem, ao Município de Nelas o financiamento em 85% de uma nova ETAR para Nelas, que será construída durante o ano de 2015 e orçará em 1 milhão de euros. A ETAR será construída a sul, junto à aldeia de Póvoa da Roçada e servirá Nelas nascente, Póvoa da Roçada e Folhadal nascente. Este financiamento é efectuado no Quadro Comunitário de Apoio – QREN anterior e no âmbito do seu programa específico de apoio à Construção de ETAR’s. 


   Esta nova ETAR de Nelas junta-se à nova ETAR de Canas de Senhorim também a construir em 2015 e que é igualmente participada em 85% num investimento total de 1 milhão de euros, ficando com a construção destas ETAR’s a Vila e Freguesia de Nelas e a Vila de Canas de Senhorim integralmente cobertas por um sistema de tratamento de águas residuais. 
 
  “Estão entretanto já preparados os projectos para apresentação ao novo Quadro Comunitário 2020 para apoio à construção de ETAR’s nas restantes freguesias do Concelho de Nelas, incluindo uma ETAR para apoio a efluentes industriais pré-tratados”,  adiantou a autarquia em nota de imprensa.

   Lembramos que o ambiente foi a grande bandeira eleitoral da candidatura de Borges da Silva, que tem assumido publicamente que se até 2017 não resolver os problemas ambientais do concelho será um “grande falhanço”.

17 comentários em “Executivo camarário cumpre programa eleitoral e avança para a construção de mais uma ETAR nova, desta vez em Nelas”

  1. Felizmente que a justiça europeia funcionou!
    E funcionou porquê? Perguntaram certamente os leitores deste jornal on-line.
    Por queixas apresentadas ao Tribunal Europeu, pelo mau funcionamento das ETAR,s no nosso País, das quais se incluíam duas do concelho de Nelas, Portugal foi condenado.
    Mas o que torna tudo lamentável é que Portugal ia devolver Fundos do POVT, programa inserido no antigo QREN.
    Ora, como Portugal foi condenado a elevadas multas, o governo viu-se obrigado a redistribuir os Fundos para as construções de ETAR,s , felizmente o concelho de Nelas, por esta imposição judicial viu contemplados dinheiros para este processo.
    Mas, também é bom que se saiba, que uma das justificações para ocupar o lugar de Chefe de Gabinete de Isaura Pedro, o atual deputado do PSD, Pedro Alves, foi as suas influências para estas candidaturas, é certo que isso nada aconteceu, hoje dou razão ao então vereador do PSD, Borges da Sila quando se insurgia pela sua nomeação.
    Para estes proveitos, da construção das Etars , não podemos esquecer a intervenção da AZU, junto as instituições nacionais tutelares do ambiente, bem como junto das instituições internacionais.
    Pelo assunto fez mais a AZU, do que o chefe de Gabinete Pedro Alves.

    1. É Pá,
      Vá aprender a escrever.As Novas Oportunidades não resultaram como se vê pelo seu comentário!

    2. Foi o suficiente para ficar a saber coisas que desconhecia! Não preciso ser dr.para saber explicar.

  2. senhor comentador das 11:_01
    Deixe o comentador em paz.
    O sentido que aquele comentador deu ao artigo, foi extraído.
    Saiba que nem todos tiveram condições, bolsas de estudo, para se licenciarem.
    Num país democrático, terá que haver necessariamente: letrados e menos letrados, se não existissem operários não seriam precisos esses mais letrados.

  3. Será que o PSD(governo) já anda a aprovar projetos e a dar dinheiro para as ETAR´s a construir em Nelas como contrapartida de o Borges da Silva ser o candidato AS ELEIÇÕES DE 2017 pelo PSD. Influencias do Prof. Luis Pinheiro…. Toma cuidado Alexandre Borges…
    Fontes do PSD Nelas confirmam esta versão.

  4. Concordamos!
    O professor Luís Pinheiro ainda é vice presidente da concelhia do PSD de Nelas e amigo pessoal do Secretário de Estado, José Cesário e do ilustríssimo deputado do PSD, prof. doutor Pedro Alves.
    Do PSD e não só!

  5. Não é novidade nenhuma a candidatura de Borges da Silva em 2017, pelo PSD.
    No entanto, há quem diga nos meandros políticos de Nelas, que Borges da Silva aguarda pelos resultados das legislativas de 2015.
    O que de todo esta tese não terá qualquer sustentabilidade. Vejamos: o professor Luís Pinheiro, jamais concorrerá pelo Partido Socialista, traidor da criação do nosso concelho de Canas de Senhorim.
    Luís Pinheiro e Borges da Silva aproximam-se a passos largos, em 2017, será o último grito politico de Luis Pinheiro, ou naquela data ou nunca.
    Por isso, Borges da Silva terá que voltar ao PSD, para não deixar cair o seu eterno amigo.
    Com todas estas jogadas de bastidores, o que resulta a Alexandre Borges?
    Atendendo a sua proximidade ao Partido Socialista, e à previsível vitória eleitoral em 2015, só lhe resta regressar ao lugar de origem, ou a um lugar de destaque no governo na área da Administração Interna.
    Também se comenta aqui por Canas que a relação entre Borges da Silva e Alexandre Borges não é a melhor, porque Borges da Silva já deveria ter nomeado o seu vice presidente em Comandante Operacional Municipal.

    1. Mero palpite político.
      Se BS se apresentar como candidato do PSD perde as eleições
      (ganhará as eleições o PS)
      Se BS se apresentar como candidato do PS pode perder as eleições
      (poderá ganhar a coligação PSD/CDS)

      Não explicamos porquê mas comecem a pensar. Uma coisa é certa. Ganhar eleições autarquicas
      não depende só dos votos partidários. Depende muito, de muitas pessoas que com o seu apoio
      valem muitos votos. BS ganhou as últimas eleições (e é bom que se mentalize disso) porque a conjuntura
      levou a que muitas pessoas o levassem de andor. E isso pode alterar-se. Ninguem ganha sózinho

    2. Se o presidente Borges concorrer pelo Psd arrisca-se a perder com o PS. Em Canas, Alexandre Borges ganhará os votos e em Nelas o PS só precisa de escolher um candidato credivel. Podem apontar. Quem anda no terreno e ouve, sabe muito bem o que se diz. Borges e Pinheiro perderão as eleições. Vale uma aposta???

    3. Senhor Anónimo de das 22:35 de 14/51,
      Vê-se que é um conhecedor de Nicolau Maquiavel: "Uma mudança deixa sempre patamares para uma nova mudança".

  6. "BS ganhou as últimas eleições (e é bom que se mentalize disso) porque a conjuntura
    levou a que muitas pessoas o levassem de andor. E isso pode alterar-se. Ninguem ganha sózinho"

    Eis o resumo perfeito.

  7. AS VICISSITUDES DA POLITICA:
    Senhor jornalista pode publicar este comentário, porque o seu texto não contém qualquer crime, seja ele de difamação ou de liberdade de imprensa.
    Vamos então às ETARS: o anterior executivo, liderado por Isaura Pedro, mandou executar um documento estratégico na área de saneamento e água, para efeitos de candidaturas ao POVT.
    O documento foi elaborado/executado por um competente engenheiro civil, ex-presidente socialista da Câmara Municipal de Vila Nova de Paiva.
    O tal documento foi apresentado à então ministra do ambiente, que por acaso é sua conterrânea, Lurdes Pássaro e apenas era cofinanciado em 5%
    Vejamos então as vicissitudes da politica, à data não havia dinheiro para a execução do DEE, hoje, felizmente, com um Governo PSD/CDS há 2.000.000,00€ apenas para duas ETAR,s , que diferente forma de estarem na politica.
    Não queremos acreditar que este dinheiro seja apenas entregue ao Município de Nelas, pelo PSD, para que o atual presidente da Câmara seja seu candidato em 2017.
    Porque, assim sendo, cada vez mais sai reforçada a ideia que o PSD local e nacional, tudo apostaram para que a derrota da coligação em 2013, tivesse sido uma realidade.
    Borges da Silva está a matar dois coelhos com uma só cajadada: Tem todo interesse regressar a uma das suas origens politicas e o governo vai-lhe dando um dinheiro dos projetos então apresentados e prevendo o desastre politico do país em 2017, dois anos depois das legislativa, quer queiramos quer não o Partido Socialista pouco ou nada poderá fazer para alterar a qualidade de vida dos cidadãos, esperando-se a catarse, como aconteceu em 2013, saindo desta vez o Partido Socialista penalizado autarquicamente.
    Borges da Silva, como nós já estudou o assunto como nós também o fizemos.

    1. BSilva pelo PSD perderá as eleições. Basta que aconteça uma só coisa. Não vamos revelar para não abrir jogo. O sr Presidente e quem o quer levar pró PSD que estudem qual é essa coisa.

  8. Também eu não o vou abrir, mas tudo poderá acontecer para derrotar Borges da Silva e Luis Pinheiro!

Os comentários estão encerrados.