ÚLTIMA HORA : Taxas de IMI em Carregal do Sal mantêm-se nos mínimos previstos na lei

   O executivo municipal liderado por Rogério Abrantes (PS) apresentou a proposta e a Assembleia Municipal aprovou.
   Em 2015, a taxa de IMI a pagar é a mínima prevista na lei, ou seja, 0,3% para prédios novos e avaliados e 0,5% para os restantes prédios urbanos.
Mas a Câmara Municipal não ficou por aqui – com base na legislação existente aplicável a esta matéria, propôs ainda uma minoração de 10% sobre esses valores abdicando de receber os respetivos 10% da eventual receita proveniente das taxas sobre os imóveis.
  A proposta, aprovada por maioria em Assembleia Municipal, é aplicável à totalidade do território concelhio e é assumida pelo executivo camarário como uma medida de apoio às famílias, combate à desertificação e de incentivo à fixação de novos residentes.

Lembramos que como está a ser hoje amplamente veiculada pela comunicação social nacional, em 2015 irá terminar a cláusula de salvaguarda, o que irá onerar substancialmente o valor deste imposto para a larga maioria dos proprietários de imóveis.

10 comentários a "ÚLTIMA HORA : Taxas de IMI em Carregal do Sal mantêm-se nos mínimos previstos na lei"

  1. A Câmara Municipal de Nelas vai fazer o mesmo.

  2. A Câmara de Nelas vai fazer melhor, como têm muitas receitas e poucas despesas e num ano já reduzui a divida em dois milhões, para o ano vai devolver aos municipes o valor do IMI ou parte.

  3. o brutal abuso na reavaliação dos imóveis feito por este ultra liberal governo, encontra alguns autarcas com bom senso e com respeitos pelos eleitores.

    • Sim, sim, quando dá jeito a culpa é do governo. As taxas de IMI são fixadas pelas autarquias. Umas mantêm a taxa máxima, como a de NELAS, e esquecem-se das dificuldades vividas pelos munícipes, outras, com receitas inclusive menores, baixam-nas em prol do seu povo.
      Pois é, há UNS e os OUTROS. Essa é que é essa.
      E nem a tanga do "ai e tal, não se pode baixar porque é intervencionada", pega. É MENTIRA. As autarquias podem baixar, mesmo as intervencionadas. A campanha é uma coisa, a prática outra.
      Parece é que também há municípios ultraliberais.

    • sim, fui eu que reavaliei os imóveis em 500 %, claro que foi para servir as autarquias e os amigalhaços, não esquecer que a receita de imi de nelas cresce 200 %, bem podiam levar a taxa minima 0,3 %, só que foram pedir um empréstimo para pagar despesas com muros e favores.

    • Se não fostes, parece. Pelo menos aproveita e lê os assuntos do princípio ao fim. E preferencialmente sem dogma partidário.

  4. Ao comentador das 17:44
    Eu sei que o senhor sabe que a autarquia de nelas reduziu a divida e tem dinheiro a prazo, com a redução da divida e com o dinheiro a prazo, dava para pagar o PAEL e ainda sobrava muito dinheiro e assim poderia legalmente reduzir o IMI

  5. Senhor Comentador das 02:31
    Sabemos que V.Exa. é um atento politicamente.
    Por isso, veja as rubricas das GOP e veja as que lá estão para muros e passeios.

    • oh meu caro ilustre comentador de 22 Out. 10:32
      passou-se nos dois mandatos anteriores, aqueles de 2005 a 2013. As rubricas do GOP não têm designações de "muros e passeios", porque V.Exas não vingaram na modificação da lista de designações, mas lá chegariam. Acha que os muros foram feitos à revelia do GOP?? quer música? onde foram inscritas as despesas referidas?
      sabe, estas questões estão ultrapassadas porque as pessoas sabem como as coisas foram feitas.
      cumprimentos.

  6. Olhe que sim o ilustre comentador. Já que trabalha na casa amarela, sabe que isso não é verdade, consulte as GOP.
    Para bem do concelho denuncie as suas afirmações.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies