Borges da Silva fez o balanço da luta pela manutenção das escolas primárias no concelho

O Presidente da Câmara Municipal de Nelas, Dr. Borges da Silva deu conhecimento, hoje, dia 24 de Setembro, em Reunião de Câmara de todas as ações tomadas na luta contra o encerramento das Escolas Primárias do Agrupamento de Canas de Senhorim, decorrentes da decisão tomada em Junho passado pelo atual Governo de encerrar as escolas primárias de Aguieira, Lapa do Lobo, Póvoa de Sto. António e Vale de Madeiros.Assim informa e transmite que:- A Câmara atual e o seu Presidente da Câmara desde sempre se manifestaram perante o Ministério da Educação contra o encerramento no Concelho de Nelas de qualquer estabelecimento de ensino;- A intenção de encerramento de escolas primárias por parte do Ministério baseou-se na frequência inferior a 21alunos verificada no ano letivo anterior de 2013/2014 e não teve em conta injustificadamente as concretas circunstâncias, nem das escolas de acolhimento em piores condições do que as que se queria encerrar, nem das dinâmicas locais de desenvolvimento que se verificam nas Freguesias em causa e que imporiam estabelecimentos de proximidade;- Após uns meses de verão de muito trabalho, luta e persistência na defesa dos argumentos na manutenção de todas as escolas por parte de pais, alunos, familiares, populações, Juntas de Freguesia, órgãos diretivos dos Agrupamentos de Escolas, Câmara Municipal, deputados de todos os partidos representados na Assembleia da Republica e representantes de outras organizações partidárias e cívicas e do Presidente da Câmara, foi possível obter um resultado, que não sendo excelente, não se pode deixar de considerar bom, em geral para as populações e até, num caso especial, gerador de confiança em termos de reforço de oferta publica de ensino no Concelho de Nelas, e a partir daí para a região;- Efetivamente, depois de todo o esforço que era possível realizar democrática e legitimamente, não foi possível garantir a continuidade da escola primária na Póvoa de Sto. António por ter apenas matriculados 8 alunos no 1º ciclo e ainda menos alunos no jardim de infância, pelo que outra solução não restou que não fosse garantir as melhores condições de receção dos alunos nas escolas de Canas de Senhorim, com transporte acompanhado e alimentação;- Felizmente em Aguieira e em Vale de Madeiros foi possível manter as escolas primárias, integradas ambas no Agrupamento de Escolas de Canas de Senhorim ( o que não aconteceria seguramente, estamos convictos, se a Aguieira passasse para Carvalhal Redondo que é de outro Agrupamento de Escolas) nas mesmas havendo até mais do que 21 alunos matriculados no ano letivo que agora se iniciou, situação que muito nos alegra e deve manter motivados em fixar mais alunos nestas escolas no futuro, até porque nas mesmas reconhecidamente é ministrado ensino de qualidade com excelentes profissionais;- A escola primária de Lapa do Lobo, onde se encontravam matriculados 15 alunos, onde foi acordado oportunamente com os pais a mudança para melhores instalações e efetuadas obras de adaptação no edifício do jardim de infância, não foi possível manter aberta, apesar de todo o esforço e luta que foi levada a efeito por todos, incluindo manifestações, até em Coimbra, e protesto publico do Presidente da Câmara no Ministério da Educação e Ciência, local onde na passada semana, no dia 19 de Setembro foi recebido pelas 12 h pelo Sr. Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar, pelo Sr. Diretor Geral dos Estabelecimentos Escolares e por um assessor daquele e onde tudo fez no sentido de convencer da bondade dos argumentos para manutenção da escola e até da perspetiva de reforço do seu numero de alunos pela dinâmica que vem sendo realizada na freguesia, em particular por instituições privadas, particularmente na área do ensino, da formação e da cultura como sucede com a Fundação Lapa do Lobo e seus promotores e até pelo numero de 16  alunos matriculados no jardim de infância e que vai manter-se em funcionamento;- Apesar desse esforço a escola primária vai encerrar, não deixando, todavia de resultar da reunião referida o compromisso do Ministério da Educação, da Secretaria de Estado, da Direção Geral e da Câmara Municipal de iniciarem um processo com vista a aproveitar o empenho, carinho e investimento que vem sendo efetuado na Lapa do Lobo, como genericamente em todo o Concelho de Nelas  e até do Carregal do Sal, com vista a criar ali, de preferência no edifício da escola primária, uma outra oferta de ensino publico para a freguesia, para o concelho e para a região, como uma escola profissional que integre jovens em idade escolar e adultos;

– Nesse sentido estão já iniciados os contatos com a Direção Geral para discussão e preparação do processo com vista ao estudo dessa oferta de ensino profissional, ideia e propósito que contou também já com o acarinhamento do Dr. Carlos Cunha Torres;    
A Câmara Municipal faz público este ponto da situação e mais uma vez agradece a todos quantos contribuíram para este bom, a até promissor, resultado, em especial àqueles que até com prejuízo da sua vida familiar e profissional, pessoal e publicamente revelaram a força de grande comunidades, que sabem lutar pelas suas instituições e tudo fará para que as escolas sejam mantidas no futuro e que os alunos da Lapa do Lobo e da Póvoa de Santo António sejam bem acolhidos nas escolas primárias de Canas de Senhorim, sendo que aí está já a realizar obras de beneficiação, particularmente para criação de um refeitório e a garantir transporte a todos os alunos de casa para a escola e regresso, bem como transporte dentro da vila para as refeições.

8 comentários a "Borges da Silva fez o balanço da luta pela manutenção das escolas primárias no concelho"

  1. O que está a dar é os figos caralhetos. FIGOS CARALHETOS AO PODER!

  2. Não entendo essa dos figos caralhetos……

  3. "Tecnoforma: Belém responde ao PS com silêncio (Económico)
    O Presidente da República vai manter-se em silêncio sobre a polémica que envolve o primeiro-ministro em relação a alegados recebimentos da Tecnoforma não declarados ao Fisco e ao Parlamento, e no âmbito da qual Passos admitiu a demissão."

    "Estaleiros de Viana: Marinho pede investigação de envolvimento de escritório de Aguiar-Branco (Expresso)
    Marinho e Pinto associou-se esta quinta-feira às críticas de Ana Gomes à forma como o Governo conduziu a subconcessão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, apelando a uma "investigação cabal" às ligações que o escritório de advogados de Aguiar-Branco "poderá ter" com empresas envolvidas no processo."

    NUNCA DEVEMOS ESQUECER
    O QUE FIZERAM AO SOCRATES

    PERSEGUIDO POLITICAMENTE COMO NÃO HA MEMÓRIA

    ATÉ AS PLANTAS DE CASAS DESENHADAS HA MIL ANOS ANDARAM A VER

    E AGORA??????

    OS DO POTE DEVEM ESCLARECER RAPIDAMENTE O POVO

  4. O Marques tem razão o BS esteve mal no encerramento da escola da Lapa, se não fosse a fundação este senhor não falava de barriga cheia.

    • Apoiado sou da mesma opinião.

    • Essa já cansa
      A escola da Lapa fechou e tem dois culpados.
      O GOVERNO
      E A JUNTA DA LAPA (que nada fez para que alunos da Lapa não fossem matriculados fora da terra. Escandalosamente alguns filhos e netos de dirigentes da Junta da Lapa)

      Como é que alguem pode vir culpar a CMN quando FILHOS E NETOS dos principais dirigentes da Junta sairam da Lapa para outras escolas?????!!!!!!!!

      SERÁ PRECISO FAZER DESENHOS????

      POLITICA SIM MAS ENGANAR O POVO NÃO

    • So um culpado no encerramento da escola a CMN e o futuro isso ditará!
      São os negócios da politica!

    • O governo culpado porquê? A lei já tem anos, senhor. (Que não valha nada já são outros quinhentos).
      A Junta, sim, culpada.
      E a Câmara? Pois não lhe convém…
      Em vez de um desenho, faço-lhe um texto… os serviços de Educação da autarquia e o Agrupamento souberam a tempo e horas dos números dos alunos matriculados e sabiam da LEI, e tiveram tempo para inverter e resolver o problema… com a ajuda da Junta. E, por exemplo, com alguns desses alunos que falou.
      Simples, não é?
      Quem quer enganar quem?

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies