Padre Domingos homenageado em Canas de Senhorim

Foi inaugurado na entrada do
Centro Social e Paroquial Lar e Centro de Dia Padre Domingos um busto em sua
homenagem. O discurso esteve a cargo do Dr. António Pinto Fernandes Pêga que enalteceu
a obra deixada pelo Padre Domingos na Vila de Canas de Senhorim, não só
religiosa mas também comunitária. Uma homenagem simples para um homem simples.
Esta homenagem contou, para além de outras individualidades, com a presença do director
do Lar, Padre Jorge Carvalhal e seu elenco directivo bem como o da Junta de Freguesia
liderado pelo seu presidente Mário Pires. Seguiu-se uma visita guiada às
instalações onde podemos apreciar um belo quadro retrato do Padre Domingos oferecido
pelo artista Aires Santos. Paralelamente e num gesto de homenagear uma das
grandes benfeitoras desta instituição e não só, inaugurou-se um pequeno jardim
ao qual foi dado o nome de “Jardim D. Benilde”.

25 comentários a "Padre Domingos homenageado em Canas de Senhorim"

  1. fica a homenagem merecida, do relevo do empenho do homenageado surge em paralelo a presença hipócrita de alguns elementos ou intituições, sabem, aqueles que tudo fizeram para evitar esta homenagem. Este local foi oderradeiro lugar que sobrou depois das constantes "ameaças" de outras colocações………….

  2. Obrigado Dr. Pega por não ter convidado os políticos da Camara Municipal.

    • Mas deviam ter convidado, porque a CMN já aí meteu muito dinheiro e não só. Decisão carregadinha de ingratidão. Lança-se já um desafio à direção do lar. Digam quanto dinheiro já meteu a CMN no lar desde a 1ª pedra.
      E digam quanto o sr Padre Domingos deixou de herança ao lar. Só para comparar
      E nunca esqueçam que esse lar foi feito práticamente com dinheiros do povo

    • O dr Pêga é a alguma entidade oficial da Junta de Freguesia?
      Ele só tinha de descerrar a Bandeira de Canas,quando muito na companhia do Pres.da junta ou da Assembleia.
      Ao não ter convidado os da câmara agiu muito mal,pois se fosse os da sua cor política convidava-os .
      Além que uns e outros vai dar à mesma coisa.

  3. Visto na Net

    "«[…] se esteve em exclusividade não podia ter recebido qualquer pagamento pelo exercício de actividades profissionais exteriores ao Parlamento. E se não esteve em exclusividade, […], isso quer dizer que recebeu indevidamente cerca de 30 mil euros, correspondentes a parte do subsídio de reintegração que requereu e foi aceite.

    Mas se for verdade que recebeu cinco mil euros por mês da empresa Tecnoforma, entre 1997 e 1999, para desempenhar as funções de presidente do Centro Português para a Cooperação (CPPC) — uma organização não-governamental criada por aquela empresa para lhe angariar financiamentos internacionais —, então o problema é bastante mais complicado: terá violado as regras da exclusividade e terá incorrido num crime fiscal por não ter declarado tais rendimentos nas suas declarações de IRS."

  4. Comentador das 14:14
    Que deu o executivo liderado por Borges da Silva para este Lar?
    Para depois se promover, procedeu bem a população e a direção do Lar

    • a câmara deu.
      o presidente actual é este, podia ser outro
      os convites são sempre feitos âs instituições
      seja quem for que as comande

      não são as pessoas que lideram que dão do seu bolso
      são as instituições

      o problema aqui é outro. o lar está dominado por laranjas.

      mudando de assunto. o sr padre domingos ( a quem reconheço que fez muito por canas) o que deixou foi o que amealhou em todas as terras da paróquia. por isso deveria ter deixado a herança proporcionalmente dividida por todas as terras da paróquia. ou seja recebeu de todas e deu só a uma. foi uma má decisão que podia perfeitamente ter sido corrigida por quem recebeu

      as outras terras ainda esperam a sua parte

      outra coisa. o que o sr padre domingos recebeu e deixou foi dado por pobres e ricos. ele foi generoso pró lar pensando provavelmente que todos poderiam usufruir do lar, mas na realidade os pobres não entram, deram ao sr padre o sr padre deu ao lar e os mais humildes vêem de longe

      se o sr padre fosse vivo certamente discordaria

  5. Já agora é preciso fazer notar que o Lar Padre Domingos não foi inaugurado no domingo , dia 21 do corrente mês de setembro do ano da graça de 2014
    O que foi feito foi o descerramento do busto do saudoso Padre domingos, uma figura ímpar em canas, tal como o saudoso Dr. Edgar.
    Para este descerramento do busto havia uma comissão para o efeito e por isso a responsabilidade de convidar as entidades foi exclusividade dessa mesma comissão.

  6. a câmara anterior deliberou apoiar a comparticipação a cargo do lar, mas depois combinou com olar fazer uns muros e mudar o pt da energia e pela ajuda em alargar o cemiterio para inviabilizar a construção da estrada para a boiça.

  7. e a junta de canas quanto é que deu para o lar?

  8. É o legado patrimonial deixado pelos« todos juntos por nelas de Canas» ,pelo ex gerente do Lar e principalmente pelo seu comandante LP.

  9. Um ano depois da eleições diz lá o que fizeram por esta freguesia.

  10. figos caralhetos ao poder

  11. distribuiram figos caralhetos

  12. Antes figos caralhetos do que uma INCENERADORA ANIMAL na zona de Canas.

  13. Bem se precisava de um incineradora animal para queimar alguns animais políticos de duas patas.

  14. A Fruta um dia deste chega a peros, masculino de peras! eh eh eh

  15. Uma historia com algumas linhas tortas, colocando no esquecimento duas ou três figuras importantes em dois processos, o da construção e o processo da ampliação do Lar. Infelizmente o ABADE DOMINGOS não teve tempo de assistir a estas duas fases, mas a sua irmã Augusta viu com os seus próprios olhos quem foram os obreiros desta unidade e quem agarrou num processo cheio de espinhos e o tornou numa obra de excelência. Foram os homens de fato de macaco que estiveram na linha da frente. É mentira que os pobres da paróquia não usufruem desta obra social, mas tb não é possível que todos os pobres da paroquia sejam utentes residentes. Para finalizar quero enaltecer a grande figura que passou por esta terra e por esta paróquia, deixando um trabalho exemplar, D. Ilídio Leandro.

    • muito bemmmmmmm caro anónimo, que lugar pretende, ou que previlégio lhe vai ser concedido?

    • ,,,,"É mentira que os pobres da paróquia não usufruem desta obra social"…

      Nem vale a pena responder. Toda a gente sabe. Só não colocamos aqui nomes por respeito às pessoas. O lar só aceita quem quer-sobretudo os que podem pagar bem. Lar de alguns pago por todos. Lares que aceitam os mais humildes há-os aqui bem perto de nós. E nem por isso deixam de ser maiores e melhores Se negarem isto podemos colocar nomes. E não venham com desculpas de listas de espera

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies