PAIS e ALUNOS da Lapa revoltados com o fecho da escola prometem não baixar os braços

   Óscar Marques é outro dos rostos mais visíveis na luta dos Lapenses pela manutenção da sua escola primária. O seu filho, Diogo Marques, de 6 anos, é um dos 16 alunos inscritos neste ano letivo. Óscar e Diogo estão revoltados, assim como os restantes pais e alunos de uma escola centenária, localizada numa aldeia que é certamente das mais dinâmicas do país e onde a qualidade de vida tem aumentado de forma exponencial, em larga medida devido à intervenção da Fundação Lapa do Lobo.
   Há que questionar de forma veemente mais uma decisão “cega” deste governo, que teima em querer desertificar o interior, a troca de míseras poupanças na despesa pública.     Era bom que o Ministro da Educação, um especialista em estatística e cálculos matemáticos, explicasse às populações o exato montante que o estado vai poupar. Sim, por no caso da Lapa, por exemplo, chegamos ao absurdo da escola de acolhimento em Canas nem cantina ter. Ou seja, ao tomar esta decisão, o governo está a prejudicar o principal ativo de um país (no caso de Portugal cada vez mais reduzido) : as suas crianças e jovens. 
Depoimento de Óscar Marques : 
    “Relativamente ao fecho da escola EB1 de Lapa do Lobo considero uma tremenda injustiça que tenha sido anunciado o seu encerramento, alegando-se que a escola não cumpre os critérios do Ministério de contabilizar 21 alunos para se manter activa. Ela faz parte de uma localidade que é sede de Freguesia e que nos últimos anos se tornou num polo de desenvolvimento cultural, que a nível do interior do país, cada vez mais abandonado, quer a nível Nacional. 
   A Fundação Lapa do Lobo, totalmente constituída por capitais privados e representada pelo Dr. Carlos Cunha Torres é a grande responsável pela extraordinário trabalho socio-cultural que se tem desenvolvido quer na Lapa do Lobo, quer a nível sub-regional, onde se incluem os concelhos de Nelas e Carregal do Sal. 
  A Lapa do Lobo é actualmente uma referencia regional, o que atrai jovens, famílias e investidores.
  O encerramento da Escola EB1 seria é um atestado de óbito para a nossa terra, contrastando com todo o trabalho que está a ser desenvolvido localmente, e na maioria das vezes em substituição do próprio poder central.
  O poder central não pode tratar as localidades do interior como um simples número, até porque tem uma grande (enormissima) responsabilidade nesse mesmo número, fruto das políticas que vem implementando, forçando os habitantes a emigrarem juntamente com os seus filhos.
  A luta pela manutenção da Escola da Lapa do Lobo manter-se-á até que haja um volte face na decisão do Ministério, ou até que o Sr. Secretário de Estado faça cumprir o que foi acordado juntamente com a Autarquia, que foi o de manter em funcionamento a Escola da Lapa do lobo juntamente com o Jardim de Infância.

   A situação das faltas é uma situação secundária, elas podem ser justificadas pelos Encarregados de Educação, mas é claro que se esta situação se prolongar por muito mais tempo, as crianças serão em parte prejudicadas, mas será um prejuízo menor quando comparado com o encerramento da nossa escola.
  Por esse motivo as formas de luta serão as que os Pais acharem mais adequadas á situação, e poderão manter-se até que o Ministério dê indicações à GNR para que a mesma obrigue as crianças a apresentarem-se na Escola”.

  Outro factor a ter em conta e provavelmente o mais importante, é que não foi feito qualquer tipo de investimento para dotar as escolas acolhedoras, de condições dignas para a recepção dos novos alunos.
Sendo por isso inaceitável que queiram deslocarem as nossas crianças para escolas com piores condições que a nossa.

16 comentários a "PAIS e ALUNOS da Lapa revoltados com o fecho da escola prometem não baixar os braços"

  1. Ilustre Oscar Marques, o que foi prometido pela DREC à autarquia foi que a escola ficaria se adaptassem o piso superior do Jardim de Infância e o que fez a autarquia?
    Infelizmente do seu e meu partido!

  2. Caríssimo Anónimo, essa informação também foi passada aos Encarregados de Educação, mas como pode verificar parece que essa promessa caiu por terra aquando da publicação da lista de Escolas a serem encerradas. E por esse motivo, parece-me óbvio quem "roeu a corda" primeiro.
    Quero entender que a Autarquia não realizou as obras necessárias sem as garantias de que a mesma seria mantida, mas isso é a minha opinião.
    Como entende o meu propósito é defender o interesse dos Pais e Alunos e da Lapa, não me cabe responder nem defender acções e posições da Autarquia.
    O que nos tem sido dado a entender é que a Autarquia está com os Pais e os Alunos, e quero acreditar que sendo revertida a nosso favor a decisão de se manter a Escola da Lapa, que as obras serão realizadas em tempo útil.
    cumprimentos

  3. Quanto enganado está meu ilustre Lapense.
    Quanto se sabe as razões do encerramento foi a autarquia de Nelas nada ter feito da adptação do Jardim de Infancia, mas fica-lhe sempre bem defender o nosso partido

  4. Oh Marques, ele já percebeu quem tu és… porque não lhe mandas uma mensagem com uma chantagem qualquer?

  5. O Marques é o principal responsável pela não construção do Centro Escolar de Canas.

  6. Os anti-Canas da Lapa,que façam um túnel para nelas,ou MELHOR PEÇAM ADESÃO AO CONCELHO DO CARREGAL DO SAL.

    • A Lapa lembra-se bem dos tempos em que pertencia à junta de Canas. Com a nossa junta crescemos muito. Se não fosse essa independência estariamos como a Póvoa e Val de Madeiros

    • Não confunda com dinamismo e poder económico da pessoas!
      O lar da Lapa tem alguma coisa a ver com a autodeterminação da Lapa??
      E A Fundação também tem??
      As ruas da Lapa compostas pela Fundação é produto da Autonomia???
      E o Jardim aprque com anfiteatro tem a ver com a autonomia?
      E uma rua da Lapa onde o sr Salomão, 1 dos únicos a apostar na Lapa fazia blocos—-em terra batida!!!!!?

      A Lapa é fregusesia devido a conjunturas e para diminuir a freg. de Canas.

      Porque não foi criada a freg. do FOLHADAL?????

      Vale de Madeiros tem campo de futebol e clube de futebol,parque de festas e uma sede do Rancho Folclórico ,tem menos habitantes do que a Lapa,(porquê ??)

    • vale de Madeiros tem mais que Canas que O Desportivo nem Sede tem

    • meu amigo, penso que tu nem sejas de Canas, porque não há mais anti-Canenses, que os próprioa Canenses nascidos e criados em Canas

    • Voce que diz que Vale de Madeiros tem Campo eclube de Futebol. Se tem Campo não agradece á Junta de Canas, porque o velho Campo da gatuna sempre me lembro existi. Tambem me lembro existir o Campo das Fonsecas em CANAS ,e tambem não graças à junta de Canas,pois nem sequer era do Desportivo que deixou morrer quase creio que em 1961, Depois creio que no ano de 1966, em Canas foi contruido o Campo da Raposeira não pelo Desportivo nem pelas autarquias, mas sim pelos Forno Eléctricos que serviu de palco grande jogos da INATEL e ao renascer do GDR de Canas, de que me orgulho ter sido jogador desde 1967 até 1978, mas o renascer do Desportivo muito se deve ao Engº Pereira Bastos, engº Pardalejo, Engº Gomes da Costa, António Silva(mais conhecido por Portugal) e ao António João Miranda, creio que de todos estes nomes ó um era de Canas.
      Depois por volta dos anos de 1987/88 é que foi construido o Complexo Desportivo, pela Camara Municipal de Nelas e muito pela força do Mouraz.
      Por isso não misture Escolas com Campos de Futebol

  7. e os anti-canas de canas, o que devem fazer ou pedir?!
    a dor de cotovelo e a incompetência dão uma azia do carraças a uma certa espécie de indivíduos.

    • "e os anti-canas de canas,"PEDIR AO MARQUES E "AOS TODOS JUNTOS…"QUE JÁ NÃO PRECISAM DE ESTRAGAR +.

  8. O Oscar quer o melhor para a Lapa. Ele nasceu na Lapa. Nem todos se podem gabar do mesmo.

  9. Um rosto que pouco se tem visto nas reuniões destes últimos dias. Sendo da Lapa de certeza que está contra o encerramento da escola, mas é preciso estar junto com os outros lapenses quando há reuniões e manifestações. Espero vê-lo amanha em Coimbra…

  10. Já se viu que o poder não está na rua, nem nos nem nos média.
    Porque assim sendo com as lutas dos sindicatos do professores, afeto à CGTP, tudo estaria resolvido.
    Este tipo de politica que há muito nos habituou, bem sabemos quem serve e quem quer tirar dividendos políticos dela, vejamos os comunicados mais os comunicados, notas de imprensa mais notas de imprensa, distribuídos sobre o encerramento das escolas.
    As questões têm que ser resolvidas com seriedade.
    Quantas manifestações se fizeram em Nelas para manter o nosso Tribunal, quantas manifestações se fizeram para manter os nossos CTT,s em Canas de Senhorim.
    Esta maneira de fazer politica está completamente ultrapassada e só serve os seus protagonistas.
    Aliás, sei que uma televisão perguntou no local, Lapa do Lobo, se o encerramento da escola da Lapa do Lobo, não tinha outra coiso por de trás.
    Certamente tem, as crianças estão a servir de palco politico para contrabalançar o resultado eleitoral de 2013.
    É tudo isto que é CONDENÁVEL, contem comigo, mas para este peditório com estes MENDIGOS eu não dou esmola.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies