Manuel Marques responde a Borges da Silva

   

Em resposta à entrevista do Presidente da Câmara Municipal de Nelas, Borges da Silva, ao jornal que V.Exa. é digno Diretor, nos termos da Lei de Imprensa, quero usar o direito de resposta.

Assim:
    O que diz, o que  escreve, o que publicita e o que insulta, Borges da Silva, não passa de transmitir um arrazoado de inverdades, desde logo, demonstrando a falta de perfil e caráter para o exercício de tão nobre função de Presidente de Câmara.
A sua atitude cada vez mais reforça o que foi dito por um ex- Presidente de Câmara, no dia da apresentação da Galeria dos Presidentes, certamente corroboradas pelo grande industrial António Monteiro, nome referido por aquele autarca.
Mais uma inverdade! como pode em nove meses uma Câmara “falida”, recuperar-se financeiramente e pagar a fornecedores em 60 dias?
   Inverdade, porquanto, o anterior executivo saiu das suas funções em outubro de 2013, já os pagamentos estavam a ser efetuados a 60 dias, independentemente de nos cofres da Câmara Municipal lá terem ficado um milhão de euros.
   Quanto aos insultos e ataques pessoais à minha pessoa, apenas três coisas quero dizer:
Primeira: Durante o meu mandato autárquico, não aumentei o meu património, designadamente com a aquisição de casas, e participação em sociedades e avenças de industriais pelos meus serviços prestados.
Segunda: Nunca, repito nunca, apelidarei os funcionários da autarquia de ladrões ou de alcoólicos.
Terceira: Responder-lhe-ei em 2017, a todos os ataques, juntamente com aqueles que o apoiaram, defraudados com a atitude política e promessas eleitorais não cumpridas.

O Vereador do CDS
Manuel Marques

22 comentários em “Manuel Marques responde a Borges da Silva”

  1. isso mesmo 2017, estará na altura de refazer muros e recolocar portões. Uma grande equipa se prepara para investir o tal MILHÃO (?) que deixou ficar nos cofres da câmara; porventura (se for eleito) vai devolver o excesso de IMI + de 300 %, que inflingiu aos municipes por causa da divida, a tal condição de taxas no máximo para o empréstimo PAEL….

  2. Terá o meu apoio Dr Marques , vamos aguardar para 2017
    Muitos socialistas estão arrependidos!

    1. Terá o seu apoio e de todos os empreiteiros que se diziam ter descoberto por cá a "SUIÇA"
      O POVO que paga impostos e muitos impostos sonha que esses tempos suiços não voltem mais

      Terá o seu apoio e de toda uma vasta vereação e colaboradores que ficaram pesados aos cofres da Câmara e que pela sua quantidade ficaram na história negativa da CMN
      O POVO que paga impostos e muitos impostos sonha que esses tempos de despautério financeiro não voltem mais

      Terá o seu apoio e o apoio de todos os boys alguns vindos de viseu pelo que se dizia muito bem remunerados
      O POVO que paga impostos e muitos impostos sonha que esses tempos de despautério financeiro com boys não voltem mais

      Terá o seu apoio e o apoio de todos os que ficaram "orfãos" de uma certa conduta que esta Câmara alterou para melhor.
      O POVO que paga impostos e muitos impostos sonha que esses tempos não voltem mais

  3. Senhor comentador das 17:57, por razões do seu anonimato, o seu comentário não merecia qualquer resposta.
    Por se tratar de um assunto e local sério e porque pessoas de boa fé consultam estes espaço quero dizer-~lhe tão só e apenas o seguinte:
    Antes da reavaliação dos prédios urbanos, um predio que pagasse 30,00€ de IMI à taxa de 0.4% teria obrigatoriamente um valor patrimonial de 7.500,00€. Ora á taxa máxima de 0.5% pagaria 7.500,00€ X 0.5% que corresponde a 37,50€. Facilmente se verifica foi a aplicação das reavaliações que estavam na gaveta há 10 anos, que nenhum governo desde a entrada em vigor da legislação aplicável a fez cumprir.
    Por isso, é uma inverdade fazer passar que foi a taxa de 05% que inflacionou o IMI.
    No entanto, acabei de aprsentar uma proposta para a renegociação do PAEL e a consequente baixa da taxa de IMI.
    O Vereador
    Manuel Marques

    1. Senhor vereador "…não merecer resposta." foi o que sempre fez no exercicio dos seus mandatos, com mais enfase para este último, concerteza corresponde ao seu conceito de serviço publico e desprezo pelos eleitores e contas que lhes deveria prestar voluntária e regularmente.
      Quanto ao IMI, o ilustre, utiliza uma taxa – 0,4% que não era aplicada, nessa altura a taxa praticada pela sua câmara era de 0,7% máxima.
      Por força da reavaliação o governo para compensar as autarquias de uma ligeira redução nas transferências, procedeu a reavaliações obscenas (PPD/CDS) e como se não bastasse, o "governo" local (câmara PPD/PSD/CDS), fruto de uma desgovernada ação autárquica (totalmente virada para as eleições), endividou-se excessivamente e recorreu ao PAEL e, quem pede obriga-se a aceitar as condições do credor, entre outras, taxas máxima de IMI. A obrigatoriedade de taxa máxima 0,5 % em que os valores usados variam entre 0,3 e 0,5 provocou aumentos médios de € 150 no valor do imposto a pagar (esquecendo até a reavaliação, feita por pressão dos municipios), a que acrescerá mais um aumento no valor a pagar do imposto do próximo ano pela caducidade da clausula dos tais 75% como limite anual máximo de aumento a vigorar até 2013. Em 2015 vai doer ainda mais o pagamento relativo a 2014.

      Mais uma cena que pode servir para peça de teatro: "a votação em assembleia municipal da aprovação da taxa máxima de IMI em 0,5%" ah ah ahhh ahhh ahhh – este ano para 2015 NÃO SE PRESTEM A ESSA FIGURAS RIDICULAS, QUEM estabeleceu e aprovou a taxa máxima de IMI foi a ^câmara do mandato anterior ATRAVÉS DO RECURSO AO PAEL

  4. Confesso que não li ainda a entrevista do sr Presidente da Câmara Municipal de Nelas.
    Mal chegue de férias vou tentar ler essa entrevista

    Assim sendo apenas posso abordar esta resposta do sr Vereador da oposição.

    -Começo já por concordar com o comentador das 17h57
    Quem deixou a CMN no estado financeiro que deixou, quem carregou de imis máximos os
    habitantes do concelho, quem concordou com gastos em muros e murinhos, quem distinguiu as crianças de nelas e canas (centro escolar), quem distinguiu muitas outras coisas, quem pensou (e pensar já era condenável)
    em fábricas de maus cheiros, quem deixou o saneamento como deixou, etc, etc, perde muita autoridade moral para se colocar como futuro paladino defensor dos interesses colectivos (que no passado não deu garantias politicas de defender). Estas coisas não se limpam em quatro anos como quem manda umas roupas à lavandaria

    -Essa história da aquisição de uma casa por parte do sr Presidente, o que é que tem de errado?
    A casa esteve à venda, e naturalmente foi paga por quem deu mais. O sr Presidente está proibido de comprar uma casa? Bom, a ser assim todo e qualquer Presidente ou vereador estaria proibido de comprar casa, carro novo, fazer muros em casas ou mesmo fazer uma piscina. Trazer esse assunto ao debate é pobre, para não dizer infeliz, e até penalizador para quem quer ser futuro candidato, por pouco enriquecedor de um perfil minimamente credivel. Este não assunto aos olhos do povo, do qual faço parte, cai com estrondo pela base e é apenas visto como pura demagogia politica, que apenas apouca quem o faz. Enfim, uma saída infeliz que qualquer um pode ter, mas convem evitar para não descredibilizar uma potencial candidatura. Fazer muitas destas é atirar para os pés e até tirar impeto e motivação a possiveis apoiantes.

    -essa de se colocar em defensor dos funcionários, aliás dando desmesuradamente nas vistas e já começar a ser topada como conduta sistemática, é de um basismo argumentativo gritante. Já toda a gente viu que mais não visa do que ter uns futuros e hipoteticos votos de funcionários e respectivas famílias, precisando por isso de engraxar tudo e todos colocando a gerência actual como os maus e os antigos como os bons. Enfim são estratégias. Mas atenção que o pobre tambem sabe desconfiar quando a esmola é grande. Defensor do reino já tivemos o mestre de Avis e Pais da Pátria já houve muitos.

    -Responder em 2017, está muito bem. Ora aí está uma boa decisão e que se aplaude. Mas para quem se apresenta sempre com grande vigor, sem receios, porque não para fazer jus a esse perfil, porque não apresentar-se pelo seu partido a eleições, sem coligações. Era bonito haver candidatos pelo menos dos 3 principais partidos. Assim o povo teria a oportunidade cristalina de escolher. Dê essa oportunidade aos eleitores. E já agora em Canas apresente tambem uma lista própria à junta de freguesia.

    1. Não acredito que neste momento alguém saiba qual é o partido do actual PRESIDENTE DA CÂMARA, uma vez que ele concorreu como independente e já passou por todos os partidos do arco da governação, à semelhança do Dr. Marques.Não me admiraria muito que nas próximas eleições o Dr.B.S concorra como independente e sem o apoio do PS,que com o PSD está moribundo!

  5. Meu caro comentador das 00:15
    Era oportuno que lê-se e interpretasse bem o meu direito de resposta : "Primeira: Durante o meu mandato autárquico, não aumentei o meu património, designadamente com a aquisição de casas, e participação em sociedades e avenças de industriais pelos meus serviços prestados."
    Tão só relatei um facto pessoal, se v:exa. o adaptou ao Presidente da Câmara de Nelas, é da sua inteira responsabilidade.Já diz sabiamente o nosso Povo: "a carapuça só assenta a quem quer".
    Para terminar: tão só e apenas tambem lhe dou mais um conselho, abandone o anonimato e assim demosntrará a sua interessante atividade civica e politica, um pouco de coragem também lhe fica bem!
    O vereador da oposição
    Manuel Marques

  6. Gostava de saber se o Sr. Presidente da Câmara, Vice-Presidente e Vereadores Executivos, à semelhança do que acontece com os Deputados, não são obrigados a declarar o seu património e rendimentos ao Tribunal Constitucional, e se sim onde é que eu posso encontrar esses dados referentes ao actual Executivo Camarário?

    1. E vão três comentários seguidos de:

      "Terá o meu apoio Dr Marques"

      "Viva o Dr Marques, não tenha medo!"

      "Força Dr. Marques já faltou mais"

      Caramba. Está com um frenesim danado. Semelhante entusiasmo só mesmo de quem perdeu alguma (ou muita) coisa nas últimas eleições e quer rápidamente recuperar o perdido. A sorte, ou azar (depende do ponto de vista) é que só tem direito a um voto

      Pois é, tem todo o direito de continuar nessa labuta de tentar defender os seus ideais e porventura interesses. O problema é que os interesses de alguns podem colidir com os interesses de todos. E como os interesses colectivos têm obrigatóriamente de falar mais alto que os interesses individuais, até porque nos sai dos bolsos e pagamos com lingua de palmo os impostozinhos , suspeitamos e até desejamos que esses tempos passados fiquem irremediavelmente para trás. Pode querer, pode sonhar, pode tudo…mas quem decidirá será o POVO soberano que certamente no momento da decisão não esquecerá um passado do qual não se tem nenhuma saudade.

    2. Por outro lado também aqui vão muitos comantários seus. Todos a defender o executivo. Advogado em causa própria?

  7. Memória curta Dr. Marques! Esquece-se da perseguição e mau tratamento a alguns funcionários! Saem da "governação", esquecem-se do que fizeram.

  8. Espero que eleitores da Minha Terra não sejam masoquistas e voltem a votar no Dr. Marques!
    Depois de tantos anos em cargos executivos na Câmara de Nelas, o seu desempenho para além de conflituoso, foi muito medíocre.

  9. O Dr Marques nunca foi arrogante no exercício das suas funções, sempre teve o gabinete aberto a toda a gente e sempre a sua família foi discreta e não estavam a procura de publicidade deste modo de estar tem e terá o meu voto e admiração, disse!

    1. O vereador Marques foi e continua a ser arrogante, como o prova com este comunicado, pois até parece que foi ele o Presidente da Câmara no anterior mandato camarário.
      Espero que tenha a resposta adequada nas urnas, em 2017, se tiver a ousadia e descaramento de se candidatar à Câmara de Nelas.
      Quando é que teremos em Nelas um Presidente que não pense só na sua carreira politica e no "Show off" ?

  10. O Dr. Marques concorreu pelo seu partido, CDS, em 2001, sem Canas de Senhorim votar e obteve 1.300 votos, ganhou a junta de freguesia da sua terra, SENHORIM, e elegeu 5 membro para a Assembleia Municipal, foi este capital politico que tirou o PS da Câmara Municipal que já lá estava há mais de 20 anos, enquanto que o atual presidente, quando foi cabeça de lista pelo mesmo partido, com canas de Senhorim a votar apenas teve 300 votos.

  11. Então o Dr. Marques não aumentou o património? Então quem é que entrou para a vereação e tratou logo de comprar um carro (preço de um apartamento)? Lá está, memória curtinha, se se calasse e deixasse o Concelho em paz para que todos vivamos em paz era uma grande ajuda desse senhor, que rege a sua vida pela vingança!

  12. Não se cale doutor Marques isso era o que eles querem, para fazer tudo aquilo que lhes apetecesse.
    Porque será que Borges Silva não se calou eram comunicados sobre comunicados, barricava-se na Câmara, tinha um jornal por sua conta onde insultava tudo e todos e onde estava o comentador das 10:56, sem dúvida, memória curtíssima, ou à espera de algo do regime.

  13. AO COMENTADOR DAS 10H56, JÁ QUE FALA EM PAZ, PONDO DE PARTE A SUA CURTISSIMA MEMÓRIA, SABE QUEM INCENDIOU POLITICAMENTE ESTE CONCELHO, QUE NEM O PADRE DA ALTURA ESCAPOU?
    SABE QUE ALIMENTOU A GUERRA NELAS CANAS DE SENHORIM?

Os comentários estão encerrados.