António Cunha mostra-se “surpreendido” com o encerramento “cego” das escolas EB1

– O responsável máximo pelo agrupamento de escolas de Canas de Senhorim estranha a decisão, dado o aumento do número de alunos e a falta de condições nas escolas de acolhimento em Canas, designadamente os refeitórios que não existem, temendo que a transferência dos alunos de Agueira para Carvalhal Redondo (e assim para o Agrupamento de Nelas) “fragilize” o próprio Agrupamento de Canas
 
   Há algumas semanas atrás fomos surpreendidos com a noticia de encerramento das escolas EB1 da Póvoa de Stº António, Vale de Madeiros, Lapa do Lobo e Agueira, a partir do ano letivo 14/15. Embora as escolas de Vale de Madeiros e Póvoa de Stº António já estivessem oficialmente encerradas desde há vários anos (pois têm vindo a funcionar com autorizações especiais, constituindo-se como salas anexas da EB1 de Canas de Senhorim), a noticia do encerramento de todas estas escolas foi verdadeiramente surpreendente e caiu como balde de água fria na comunidade escolar. Tanto mais que algumas das escolas, nomeadamente a de Agueira e Vale de Madeiros, até apresentam mais alunos para o próximo ano, do que apresentaram no presente ano. Em relação à Lapa do Lobo, embora o número de alunos fosse sensivelmente constante, estava já estudada e consensualizada com os Encarregados de Educação e autarquia, a mudança para novas instalações, junto ao Jardim de Infância.

   Este encerramento das escolas é preocupante por vários fatores, todas eles importantes. As razões genericamente apontadas para o encerramento de escolas, como o sucesso escolar e a mudança para melhores condições, não se verificam nesta situação, sendo a capacidade de acolhimento da EB1 de Canas muito reduzida e insuficiente, para o conjunto das escolas a encerrar. Por outro lado, os edifícios do Fojo e da Feira não têm instalações vocacionadas para o serviço de almoços, ao contrário do que acontece nas escolas atuais de onde os alunos se deslocam. Outra situação muito preocupante refere-se à escola de acolhimento da Aguieira, inicialmente apontada como a EB1 de Carvalhal, a qual pertence ao Agrupamento de Escolas de Nelas. A perda destes alunos seria, naturalmente, uma situação que fragilizaria o Agrupamento de Canas e a viabilidade futura de constituição de turmas dos 2º, 3º ciclo ciclos ensino secundário. Os Pais/Encarregados de Educação, a Direção do Agrupamento de Escolas e o seu Conselho Geral, as Juntas de Freguesia envolvidas e o Executivo Camarário, têm sido incansáveis e mostrada extraordinária firmeza em todo este processo, nomeadamente em procurar demonstrar aos serviços do Ministério da Educação as tremendas consequências do encerramento “cego” de todas estas escolas.
António Cunha

5 comentários a "António Cunha mostra-se “surpreendido” com o encerramento “cego” das escolas EB1"

  1. Como se encontra o nosso Município? As contas estão equilibradas? As dívidas acumulam-se? A que prazo efectuam os pagamentos aos credores?
    Se quiser saber dados sobre o seu Município (ou outros), tem hoje maneira ter informação correcta sobre sectores como:
    Gestão Financeira;
    Gestão Administrativa;
    Decisões Fiscais do Município;
    Dinâmica Económica;
    Grau de endividamento;
    Pagamentos em atraso;
    Prazo médio de pagamento; e outros,

    aceda a http://www.portalmunicipal.pt

    É SEMPRE BOM SABER

    • Será bom consultar a situação que foi deixada pelos anteriores mandantes da CMN
      Entretanto coloca-se aqui cópia de comentário visto neste mesmo blogue:

      "Anonymous23 de Julho de 2014 às 23:46
      A derrota nunca imaginada está atravessada na garganta de muita gente
      sobretudo na garganta dos amantes do sistema anterior

      Agora sentindo-se orfãos desse sistema espingardam
      para tudo quanto é lado. Tenham calma. Os tempos mudaram

      Toda a gente já viu que este executivo tem ideias e é diligente.
      Pode é faltar-lhe aquilo com que se compram os melões

      O POVO já viu essa diferença.

      E todos aqueles que iam para a Suiça sem emigrarem
      tambem já sentiram a diferença

      Será bom que esses tempos não voltem mais.
      Queremos pagar os impostos municipais (e que impostos nos deixaram!!!!)
      mas que esses impostos sejam gastos em prol do bem estar da comunidade

      Suiças ??????????????????
      nunca mais"

  2. Para mim esse portal já não é novidade.
    Gostava é de saber porque a imagem do concelho de Nelas é aquela que lá consta quem foi o seu decisor?

  3. ULTIMA HORA:
    Ao contrário do que afirma o executivo municipal socialista, de que o Agrupamento de Escolas de Canas de Senhorim não está em causa o seu encerramento é mais uma inverdade.
    Bem refere o apolítico, professor António Cunha, assume que o Agrupamento de Canas de Senhorim pode estar fragilizado.
    Afinal quem sabe: não politico, António Cunha ou os políticos Borges da Silva, Alexandre Borges ou Sofia Relvas.
    Em que ficamos?

  4. Enfim, o moleiro muda mas a farinha continua a ser a mesma! Repugna-me mais aqueles que se acham os salvadores do mundo! Quais D. Sebastião! !!!!!

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies